Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de março de 2011

Sobre o criminoso golpe da ditadura militar de 1964





A mentira de 31 de março de 1964

No dia 1º de abril de 1964, a conspiração que uniu as altas esferas do empresariado brasileiro, os latifundiários, os chefes militares, a hierarquia católica conservadora e agentes do imperialismo dos EUA depuseram o presidente constitucional João Goulart e deram início à ditadura militar que marcou as duas décadas seguintes pelo sangue dos patriotas e democratas, pela destruição da democracia e do estado de direito no Brasil.

Desde aquele dia inaugural da ditadura, a data que tem sido lembrada é a da véspera, 31 de março, pela folclórica razão de que, sendo o 1º de abril o dia da mentira, o golpe militar se tornaria alvo de chacota entre o povo.

O 1º de abril teria sido o dia mais indicado para lembrar aquele episódio nefasto. Era mentira que os golpistas defendiam a democracia, como alegavam; não era verdade que defendessem a soberania brasileira nem o desenvolvimento do país.

Contra a democracia, rasgaram a Constituição, instituíram a legislação de exceção que permitiu a cassação de direitos políticos e democráticos e de mandatos eletivos, no esforço de eliminar do cenário político parlamentares, sindicalistas, democratas, patriotas, lideranças de trabalhadores e do povo, que não aceitavam o arbítrio da ditadura. O rosário de assassinatos, tortura, prisões ilegais, exílio e outras formas de opressão contra os que resistiam à ditadura é conhecido e o preço pago em sangue pelos brasileiros é irresgatável e inegociável.

Diziam que defendiam a nação contra a ameaça representada pela URSS e pelos comunistas no Brasil. Mas quem humilhou o país e desrespeitou a soberania nacional foram os generais e as classes dominantes que, com completo apoio da embaixada dos EUA, deram o golpe militar. Basta lembrar o discurso pronunciado pelo general Castello Branco, na sede do Itamaraty, em 31 de julho de 1964, onde o principal líder da conspiração golpista e então primeiro ocupante militar da Presidência da República defendeu a tese antinacional do alinhamento automático com os EUA com a consequente limitação da soberania brasileira.

Em relação ao desenvolvimento, naquelas duas décadas a economia realmente cresceu. Mas não foi um desenvolvimento nacional: a internacionalização foi aprofundada como nunca, a dependência tecnológica foi agravada pela opção do crescimento com base em empresas estrangeiras, a distorção na distribuição de rendas e no agravamento dos já agudos problemas sociais foi gigantesca. A modernização conservadora do campo expulsou multidões para as periferias das cidades, onde o desemprego, a baixa renda e as precárias condições de moradia, educação e saúde formaram o caldo de cultura onde viceja a violência e a insegurança.

Do ponto de vista institucional, uma herança perversa e insepulta da ditadura militar é a impunidade da violência policial, que torna a polícia brasileira uma das mais violentas do mundo, com sua atuação marcada pela tortura como forma rotineira de investigação e a morte de suspeitos como uma prática cotidiana.

O que há a comemorar? Bem fizeram os atuais comandantes militares que, pela primeira vez em 47 anos, retiraram a lembrança do golpe de 1964 de sua agenda de comemorações, gesto simbólico do sentimento democrático que anima a nova geração de chefes militares.

A velha geração continua saudosa do poder irrestrito e irresponsável que exerceram naqueles anos de atentados contra a democracia e os democratas, como mostra o manifesto comemorativo divulgado pelos clubes Militar, Naval e da Aeronáutica, saudando o rompimento da democracia e a manutenção e agravamento de uma ordem injusta rejeitada pelos brasileiros e apoiada apenas pelas elites proprietárias e por seus aliados imperialistas.

Foi o regime da tortura e do assassinato político e seus remanescentes usam o prestígio que ainda lhes resta para acobertar aquelas práticas ilícitas e desumanas rejeitando qualquer investigação daqueles crimes e opondo-se à formação da Comissão da Verdade para revelar à nação o rio de sangue que correu no país nos anos em que estavam no poder.

O golpe militar de 1964 é um fato da história que os brasileiros lamentam e não aceitam mais. A democracia brasileira se fortalece, apesar dos resmungos das viúvas da ditadura. E, hoje, a melhor maneira de lembrar aquele passado é homenagear os heróis da resistência, os patriotas, democratas, socialistas e comunistas que nunca aceitaram a mentira da ”Redentora” e verteram seu sangue pelos direitos do povo e dos trabalhadores e pela soberania da Pátria. Estes não podem ser esquecidos jamais.

Fonte

Eu já sabia - 26

Repórter da BBC visita nave espacial da Virgin



O repórter da BBC Richard Scott visitou a nave espacial da Virgin no deserto de Mojave, na Califórnia, Estados Unidos. Scott foi o primeiro jornalista a entrar na espaçonave, ainda em construção dentro do hangar da empresa.

O repórter mostrou onde pilotos e seis passageiros ficarão sentados, dos lados da nave. Os passageiros poderão olhar através das grandes janelas, de onde verão o céu passar do azul para o púrpura e, então, para a escuridão do espaço. O barulho do foguete e o som que vem do lado de fora, da atmosfera, vão gradualmente desaparecer. Quando vier o silêncio e a escuridão, eles saberão que já estão no espaço. A partir daí, os passageiros terão cinco minutos para flutuar pela cabine. E, sem gravidade, a 112 quilômetros acima da Terra, os passageiros poderão olhar livremente pelas janelas.

A viagem tem duas partes: primeiro um avião carregará a nave a uma altura de mais de 15 mil metros, e, então a soltará no ar. A espaçonave vai acionar seus foguetes e, em menos de um minuto, vai acelerar a mais de 4 mil quilômetros por hora. Pete Siebold, um dos pilotos de teste da espaçonave afirmou que "o grande desafio e antecipar o que pode dar errado, pois este é um avião único".

A Virgin, por sua vez, diz que as viagens ao espaço terão uma emissão de carbono por passageiro mais baixa do que uma viagem transatlântica. Mesmo assim, ainda é muita energia usada em uma viagem tão curta.

Matt Stinemetze, de uma das empresas que está construindo a nave, conta que o objetivo é levar milhares de pessoas ao espaço nos primeiros anos. Nos últimos 50 anos, entre 400 e 500 pessoas foram ao espaço.
Estadão

O futuro da exploração espacial está na mão da iniciativa privada, mais especificamente de alguns bilionários entusiastas da ciência e da tecnologia. Foi-se o tempo em que desbravar o espaço era algo apenas para os estados, sem tantos recursos como em outras ocasiões. Em breve teremos hotéis em órbita da Terra, depois na Lua, Marte e daqui há um século ou menos, grandes e poderosas naves espaciais fazendo cruzeiros pelo espaço.

Água tônica, pães e remédios estão entre os vilões do sexo

LONDRES - A solução para os problemas sexuais pode estar na revisão de alguns hábitos diários - dos remédios à comida, segundo reportagem publicada no jornal "Daily Mail". Comer muito pão e outros carboidratos refinados, por exemplo, pode atrapalhar a vida sexual.

- Alimentos refinados liberam açúcar mais rapidamente que os integrais e muito açúcar é associado à queda de energia, o que significa que não haverá energia para o sexo - diz Helen Bond, da Associação Dietética Britânica.

Além disso, o açúcar engorda e aumenta o nível de estrogênio no corpo, o que diminui a libido.

- Se você é obesa, se sente menos atraente e também reduz o fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais - diz o ginecologista Peter Bowen-Simpkins.

A bebida também pode ser um problema: o quinino da água tônica, por exemplo, baixou os níveis de testosterona em ratos, de acordo com pesquisadores da University of Lagos, na Nigéria. Em outro estudo foi constatada uma baixa concentração de espermas relacionada à substância.

Remédios

Remédios para a pressão arterial podem reduzir a libido e causar disfunção erétil "porque reduzem a frequência cardíaca e o fluxo sanguíneo e o sangue muitas vezes não chega aos genitais", explica o cardiologista Graham Jackson, da Guy's & St Thomas's Hospital.

Os piores são os betabloqueadores como propranolol e atenolol, de acordo com uma revisão publicada este mês na International Journal of Clinical Practice. O relatório diz que pacientes tratados com um novo tipo de betabloqueador chamado nebivolol melhoraram a função erétil em 69%.

Para quem trata de calvície, atenção: a finasterida, também conhecida como o remédio Propecia, pode causar longos períodos de baixa libido. Uma pesquisa do professor Michael Irwig, da George Washington University, mostrou que 94% dos homens que tomavam a droga desenvolveram baixo desejo sexual; 92% sofreram de disfunção erétil e 69% tiveram dificuldades de orgasmo.

Já os analgésicos à base de opiáceos como codeína e morfina podem suprimir a atividade no hipotálamo - área do cérebro envolvida no controle dos níveis de hormônio. Cerca de 95% dos homens e 68% das mulheres que tomaram o remédio por muito tempo tiveram diminuição de relações sexuais.

- Se você está preocupado com isso fique com analgésicos à base de paracetamol e ibuprofeno - diz Neal Patel, da Royal Pharmaceutical Society.

O Globo

Fóssil explica evolução dos mamíferos


O Pampa gaúcho abrigou, há 260 milhões de anos, um parente longínquo dos mamíferos. Batizado de Tiarajudens eccentricus, o animal representa o registro mais antigo de uma estrutura dentária sofisticada: com incisivos, molares e caninos. Graças aos diferentes tipos de dentes, ele podia cortar e mastigar alimentos, um luxo que ampliou drasticamente sua dieta.

O fóssil de São Gabriel, cidade a 325 quilômetros de Porto Alegre, também surpreendeu os cientistas por exibir caninos em forma de dentes de sabre. O Tiarajudens era herbívoro. O artigo que descreve a descoberta na Science levanta três hipóteses para explicar os caninos de 12 centímetros: manipulação dos alimentos antes de os abocanhar, defesa contra predadores ou uso em disputas com indivíduos da mesma espécie (por fêmeas ou território, por exemplo).

Antes do Tiarajudens, a maioria dos animais apresentava dentição semelhante à dos jacarés: dentes pontiagudos especializados em rasgar para engolir. Quase todos se alimentavam de carne ou insetos. O fóssil gaúcho representa uma nova fase.

Capazes de mastigar alimentos, os herbívoros mais evoluídos incluíram plantas fibrosas, mais abundantes, à sua dieta. Foi o primeiro passo rumo à hegemonia numérica. Iniciava o cenário, que persiste até hoje, de um ambiente com predomínio de vertebrados herbívoros e um número menor de carnívoros.

"(O Tiarajudens) é um representante do primeiro ecossistema moderno", sintetiza Juan Carlos Cisneros, salvadorenho da equipe que descobriu o fóssil. Na época, realizava pós-doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Hoje, leciona na Federal do Piauí.

Evolução. Cisneros faz questão de frisar que o Tiarajudens não é um dinossauro. "Os dinossauros são répteis", explica. "Este animal não é um réptil." A designação mais correta é sinapsídeo, ramo paralelo ao dos répteis que também tem origem no tronco comum dos anfíbios primitivos.

Não há uma linha direta entre o Tiarajudens e os mamíferos atuais. O tronco dos sinapsídeos também se bifurcou inúmeras vezes. O ramo do fóssil gaúcho foi um dos primeiros a se separar da linhagem dos mamíferos.

Mesmo assim, por estar muito próximo da raiz na árvore evolutiva dos sinapsídeos, ele é importante para a compreensão da evolução dos mamíferos, afirma Jörg Fröbisch, do Museu de História Natural de Berlim.

"O mais importante do trabalho não é o animal em si, mas o que ele representa na evolução dos sinapsídeos e, portanto, dos mamíferos", confirma Hussam Zaher, diretor do Museu de Zoologia da USP. Ele recorda que o encaixe perfeito dos dentes superiores e inferiores - a chamada oclusão dentária, uma prerrogativa dos mamíferos - já se insinua no fóssil de São Gabriel.

O paleontólogo salvadorenho recorda a primeira visita ao sítio de São Gabriel. "Uma pessoa encontrou um pequeno fóssil na terra, depois outro maior... Por fim, retiramos um bloco de rocha e levamos à universidade para analisar." No laboratório, levaram seis meses para compreender exatamente o que tinham nas mãos.

O artigo da Science descreve apenas o crânio - sem a mandíbula, que não foi conservada no fóssil. Mas Cisneros afirma que outras partes do Tiarajudens foram identificadas. "Também achamos materiais importantes de outros animais", avisa Marina Soares, da UFRGS, coautora do artigo.

Ocupação antiga
A descoberta de 56 ferramentas de pedra no Texas (Estados Unidos), também descrita na revista Science, mostra que os homens já ocupavam a América há 15 mil anos. / AP

Estadão

Ong faz campanha contra Aids com cartoon de orgias de gato



A ong francesa AIDES divulgou um vídeo ousado em sua nova campanha de prevenção à Aids. Em um desenhado animado inspirado nos anos 20, o gato Smutley tem relação sexual com a bicharada, sem excluir animal de nenhuma espécie.

A promiscuidade sexual, por motivos óbvios, é uma das principais causas da transmissão do vírus da HIV, e o vídeo consegue mostrar um promíscuo em ação sem submetê-lo a um julgamento moral. Para o desagrado, certamente, de moralistas.

A mensagem do vídeo, conforme se lê no final, é que o Smutley tem nove vidas, mas as pessoas não, e é por isso que se deve usar camisinha.

A ousadia valeu à AIDES um prêmio em 2008 de Cannes por alucinantes posters eróticos.

Para sensibilizar os jovens, do ponto de vista da ong, os riscos da contaminação do vírus têm de ser mostrados sem disfarces e tabus.

Fonte
O desenho é muito criativo e passa bem o recado.

Sonda envia primeira foto da superfície de Mercúrio

A sonda Messenger, que está na órbita de Mercúrio, enviou as primeiras tomadas em preto e branco da superfície do planeta para a Nasa (agência espacial americana).
A primeira foto, divulgada na terça-feira, mostra uma cratera de 85 quilômetros chamada Debussy. Também é possível ver outra cratera de 24 quilômetros, a Matabei, a oeste da Debussy.
Por mais seis horas consecutivas, a Messenger captaria mais de 360 imagens e as enviaria à Terra.
A missão é inédita, pois esta é a primeira vez que uma nave entra na órbita de Mercúrio, depois de seis anos vagando no espaço. Antes, apenas houve um sobrevoo em 1970 pela Mariner10.
Se tudo ocorrer bem, a Messenger deve ficar junto a Mercúrio durante um ano terrestre.

Caio Jr. estreia com vitória no Botafogo:2x1, contra o Paraná


Antes do pontapé inicial de Paraná x Botafogo, na noite desta quarta-feira, no estádio Durival de Brito, Caio Júnior, emocionado, disse estar vivendo "um momento especial" em sua vida. Afinal, estreava no comando do Bota exatamente diante do clube que o projetou para o futebol brasileiro como treinador - e do qual foi ídolo como jogador. E o primeiro capítulo no Alvinegro foi feliz para o técnico. Com uma postura ofensiva, apesar de atuar fora de casa, o time carioca venceu por 2 a 1 o jogo de ida pela segunda fase da Copa do Brasil.


As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Engenhão. O Bota se classifica com vitória, empate ou até com derrota por 1 a 0. A equipe paranaense precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. No placar de 2 a 1, mas a favor do Tricolor paranaense, levará a disputa da vaga para os pênaltis. O ganhador do confronto enfrenta nas oitavas de final o vencedor do duelo entre Avaí e Ipatinga, que se enfrentam ainda nesta quarta.

Para o início de uma nova fase em sua carreira, logo contra o clube que classificou para a Libertadores com a boa campanha no Campeonato Brasileiro de 2006, Caio Júnior contou com a volta de quatro titulares: Jefferson (que estava na Seleção Brasileira), Rodrigo Mancha, Everton e Herrera, que cumpriram suspensão na última rodada do Campeonato Carioca, diante do Boavista. Mas o time voltou a não contar com outros quatro atletas importantes: Loco Abreu e Arévalo (ambos na seleção uruguaia), e Lucas e Bruno Thiago, lesionados.

Do lado do time da casa, o treinador Ricardo Pinto, goleiro do Fluminense nos anos 90, também contou com reforços: o meia Luiz Camargo e os zagueiros Rodrigo Defendi e Luciano Castán, liberados após cumprir suspensão. Mas seguiu sem poder escalar o meia Kerlon, que ainda tenta se recuperar de uma lesão muscular na coxa direita.

Caio Júnior manteve o meio-campo com três volantes (Marcelo Mattos, Rodrigo Mancha e Somália). Mas posicionou o último mais avançado, pela lado direito, dividindo a armação de jogadas com Everton. Revelado no Paraná, que trocou pelo Flamengo em 2008, o meia foi vaiado logo que tocou na bola, com 30 segundos de jogo. A primeira boa chance de gol da partida surgiu exatamente após uma tentativa de Somália pela direita. Herrera recebeu na entrada da área e chutou rente à trave, aos nove minutos.

Se com Joel Santana no comando, muitos torcedores - e até jogadores - reclamavam que o Botafogo tinha uma postura muito defensiva, o mesmo não ocorreu no primeiro tempo da "gestão Caio Júnior". O time visitante tomou a iniciativa. Aos dez, Márcio Rosário arriscou de longe. O goleiro Thiago Rodrigues não segurou, e a defesa paranista afastou o perigo. A ousadia alvinegra foi premiada aos 15. Somália cobrou escanteio, e Antônio Carlos, ex-Atlético-PR, apareceu no meio da área para cabecear e mandar a bola no canto esquerdo.

A alegria do Bota, no entanto, durou apenas um minuto. O Tricolor paranaense respondeu na mesma moeda. Gol de cabeça de um zagueiro, no canto esquerdo, após cobrança de escanteio. Rodrigo Defendi empatou a partida. O gol de empate e a chuva que apertou no Durival de Brito não mudaram o panorama da partida. Mesmo jogando em casa, o Paraná seguiu recuado, apostando em contra-ataques. E o Bota continuou mais incisivo. Antônio Carlos perdeu chance incrível aos 25, completando por cima na pequena área.

Se já passava por dificuldades na partida, o Paraná foi para o intervalo com um homem a menos. Aos 45, Luiz Camargo atingiu Herrera com uma cotovelada no rosto antes da cobrança de uma falta sobre a área. Alertado pelo auxiliar Rodrigo Figueiredo, o juiz Elmo Cunha expulsou o meia paranista. Mas não marcou o pênalti, porque a bola não estava em movimento.

Com um jogador a mais, Caio Júnior decidiu iniciar a segunda etapa com um atacante (William) no lugar de um volante (Rodrigo Mancha). E o jovem mostrou ter estrela. Logo com dois minutos, ele ajeitou de peito para Somália, que chutou forte de fora da área. O goleiro Thiago Rodrigues não segurou. William acreditou na falha do goleiro e completou para as redes, marcando seu primeiro gol como profissional em apenas dois jogos no time de cima.

Novamente, a alegria pelo gol virou preocupação. Um minuto depois da bola na rede, Somália fez falta em Diego. O volante já havia recebido amarelo e foi expulso. Na zona de rebaixamento do estadual, o Paraná, mesmo com a igualdade de atletas em campo, seguiu sem criatividade, com grande dificuldade de armar jogadas. Irritando grande parte dos torcedores no estádio. A equipe insisita em infrutíferos cruzamentos sobre a área.

Ricardo Pinto decidiu mexer no Tricolor aos 29, quando mandou o atacante Marquinhos a campo no lugar do meia Lima. Mas foi o Botafogo que esteve mais perto de eliminar o jogo de volta do que o Paraná de igualar o marcador. William quase balançou a rede novamente aos 31, mandando a bola rente à trave direita com um chute da entrada da área. Alessandro ainda perdeu outra chance aos 39, isolando uma bola no bico da área.

Nos minutos finais, o time da casa partiu para o desespero. Mas sem organização, não conseguiu o empate. Para a alegria do treinador que levou o time a uma inédita vaga na Libertadores. Mas que agora está do outro lado.



FICHA TÉCNICA
PARANÁ 1 X 2 BOTAFOGO

Estádio: Durival de Britto, Curitiba (PR)
Data-Hora: 30/3/2011 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende da Cunha (GO)
Auxiliares: Evandro Gomes Ferreira (GO) e Márcio Soares Maciel (GO)
Renda e público: R$ 119.525,00 / 4.490 pagantes / 4.815 presentes
Cartões amarelos: Henrique e Luciano Castán (PAR); Rodrigo Mancha, Somália e Alessandro (BOT)
Cartões vermelhos: Luiz Camargo 47'/1ºT (PAR); Somália 3'/2ºT (BOT)
Gols: Antônio Carlos 15'/1ºT (0-1), Rodrigo Defendi 16'/1ºT (1-1) e Willian 1'/2ºT (1-2)

PARANÁ: Thiago Rodrigues, Paulo Henrique, Luciano Castán, Rodrigo Defendi e Henrique (Luizinho 43'/2ºT); Anderson, Luiz Camargo, Lima (Marquinhos 28'/2ºT) e Diego (Ricardinho 34'/2ºT); Kelvin e Léo - Técnico: Ricardo Pinto.

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Márcio Rosário e Marcio Azevedo (Fahel 7'/2ºT); Rodrigo Mancha (Willian - Intervalo), Marcelo Mattos, Somália e Everton; Herrera e Caio (Cidinho 40'/2ºT) - Técnico: Caio Junior.

Fonte

No geral, foi uma boa atuação. Cidinho mostrou que tem tudo para se craque. É leve, talentoso e lembra Maicossuel.Poderá ser titular em breve. De negativo, só destaco a má atuação novamente de Márcio Azevedo na esquerda. O lateral que está vindo do Nova Iguaçu, Cortês, poderá ser testado na posição.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Ritchie Blackmore's Rainbow - O Hall do Rei da Montanha

Casa que não tem pão, todos gritam e ninguém tem razão

Então, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, diz que a Copa do Mundo no Brasil está mais atrasada do que estava a da África do Sul ao faltarem quase três anos para o começo do torneio.

Ricardo Teixeira, com medo de CPI, elogia os políticos brasileiros, diz que não há motivos para preocupação, que tudo está dentro dos prazos e deixa claro que o problema é eleitoral, porque ele não cumprirá o que acordou com Blatter e não votará nele na eleição de junho para a presidência da Fifa.

Blatter também não mais apontará Teixeira para sucedê-lo em 2015.

E Orlando Silva, o ministro do Esporte, para piorar as coisas neste momento em que o Brasil odeia falar em laranjas e bananas viraram símbolos de racismo, diz que comparar o Brasil com a África do Sul é confundir laranjas com bananas.
Resta à querida ouvinte e ao caro ouvinte da CBN não acreditar nem em Blatter, nem em Teixeira, nem em Silva.

Embora Blatter pareça mais perto da realidade quando se sabe que a cidade de São Paulo, apontada com sede da abertura da Copa, nem sequer começou a construir o estádio destinado a ser palco do jogo inaugural.


Já é mais do que tempo do Governo Federal intervir na CBF e tirar esse fóssil chamado Ricardo Teixeira de lá, antes que paguemos o mico de termos a Copa de 2014 cancelada.

Navio de guerra chinês vai em direção à Líbia

Religioso preso em Jacareí é acusado de fraude e estelionato

José Rodrigues é conhecido como Padre Rodrigo. Ele teve a prisão decretada por fraudes e estelionato. Segundo a polícia, ele era procurado pela Justiça de Sobradinho, no Rio Grande do Sul, que expediu mandado de prisão.
Credito: Reprodução / Rede Vanguarda Mas o suspeito estaria cometendo os mesmos crimes em Jacareí. Ele era um dos supostos padre da Igreja Apostólica Renovada, que se auto intitula "Católica Carismática Santuário dos Anjos".

A Polícia acredita que a igreja cobrava dos fiéis por milagres, curas e exorcismo. Até agora, as vítimas que denunciaram os crimes já teriam pago pelo menos R$ 40 mil a ele.

"Ele estava se aproveitando da simplicidade, da boa fé do povo para exigir vantagens", diz o delegado seccional de Jacareí, Roberto Martins.

O religioso não quis falar sobre as acusações. A igreja, no centro de Jacareí, continua de portas abertas. Segundo um funcionário, que não quis gravar entrevista, o responsável conhecido como Padre Miguel Arcanjo, não foi localizado por nossa reportagem. Ele também é investigado pela polícia pelo crime de estelionato.

O homem está preso na cadeia de Jacareí e está a disposição da Justiça do Rio Grande do Sul.

Fonte.

terça-feira, 29 de março de 2011

Procon-SP: telemarketing "indevido" gera multas de R$ 48 milhões

Telemarketing indevido: O elefante incômodo


A Fundação Procon de São Paulo multou 53 empresas que desrespeitaram a lei em que o consumidor paulista opta por não receber ligações de telemarketing. Somadas, as multas chegam a R$ 48 milhões, mas as autuações pagas pelas empresas até o momento são muito menores: R$ 95 mil.

O serviço de bloqueio das ligações é oferecido desde o início de 2009, com cadastramento gratuito. O consumidor pode se inscrever no programa também por meio da internet.

Desde a criação, cerca de 430 mil consumidores paulistas já aderiram ao Cadastro para Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing.

JB

Se você é do Estado de SP e quer bloquear o telemarketing no seu telefone, clique aqui.

Top Gear Music on piano - Super Nintendo

Imagem pertinente - 45

A evolução do olho

Estes dois vídeos, um do biólogo Richard Dawkins e outro do canal National Geographic, explicam de maneira clara e didática como a visão evoluiu ao longo de bilhões de anos:


CQC: Um programa que dá espaço para preconceituosos defensores da ditadura militar

A cada semana, o CQC consegue piorar.
Ontem, deu espaço para o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), o mesmo que já defendeu o fuzilamento de Fernando Henrique Cardoso (e até deu dicas de como matar qualquer presidente) , defende a tortura e que afirmou que homossexuais assim são por falta de "porrada". Na entrevista, feita por pessoas comuns, ele defendeu a ditadura militar, afirmou que todos os homossexuais são promíscuos e que se casar com uma pessoa negra é coisa de quem não recebeu uma boa educação. Marcelo Tas, o apresentador que já insinuou que baianos são vagabundos, tratou de colocar panos quentes, sugerindo que ele não havia entendido a pergunta. Quem defende os seus iguais nunca desaponta.
Veja:

segunda-feira, 28 de março de 2011

Portaria do Edifício Brasil. Rua Fernando Mendes, Copacabana-Art Déco




Portaria do Edifício onde morei por 18 anos, no Rio. Uma construção belíssima.

Corinthians:Fracasso sem fim


Doença do laptop dá dores nos punhos, cotovelos e costas

Típico usuário que ficou corcunda de tanto usar o laptop da maneira incorreta




O uso prolongado dos notebooks tem aumentado os casos de dores e lesões em ligamentos e articulações.


O formato do aparelho dificulta uma boa postura durante a digitação e pode causar problemas nos ombros, cotovelos, punhos e na coluna, além de dor de cabeça.


Preocupado com a popularização dos PCs portáteis entre estudantes norte-americanos, o especialista em reabilitação Kevin Carneiro, da Universidade da Carolina do Norte (EUA), cunhou o termo "laptoptite" em analogia a doenças como a tendinite para designar os problemas causados pelo aparelho.


"A diferença para os desktops é que, no notebook, o monitor e o teclado estão conectados, o que dificulta o posicionamento do corpo", disse Carneiro à Folha.


No Brasil, a tendência é a mesma. Em 2010, as vendas de notebooks superaram pela primeira vez as de desktops _foram vendidos mais de 7 milhões de computadores portáteis, segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica.


A preferência pelos laptops é impulsionada pela queda nos preços e a facilidade no transporte. Os efeitos já são vistos nas clínicas.


"Recebo muitos pacientes com dores. A maioria dos problemas é de postura. A pessoa deita na cama e quer resolver tudo no laptop: não dá para ficar sem dor", diz Paulo Randal Pires, presidente do Comitê de Mão da Sbot (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia).


A professora universitária Patrícia Alfredo, 29, já sente o ônus da mudança. Trocou o desktop pelo notebook há seis meses e já convive com dor no pescoço, cotovelo e na cabeça e tensão nos ombros.


"Uso a mesma mesa do desktop e adquiri um suporte. Mas, por mais que eu tente posicionar o computador direito, meu braço nunca fica totalmente correto." Mesmo assim, ela continua usando o notebook. "A tentação é grande, é muito fácil e carrego para todo lado."









MENOS TEMPO

Um estudo publicado em fevereiro na revista "Ergonomics" por pesquisadores da Boston University Sargent College, nos EUA, mostrou que usar o notebook por mais de quatro horas por dia já traz riscos de dores e lesões.

"O ideal seria usar esse tipo de computador só para emergências e viagens", diz Raquel Casarotto, professora de fisioterapia da Faculdade de Medicina da USP.

A pesquisa também avaliou o impacto do uso de cadeiras adequadas, suporte e teclado sem fio na redução de dores de 88 universitários durante três meses. O grupo que usou os acessórios apresentou menos problemas.

Como o monitor do notebook é fixo, não dá para deixá-lo na altura ideal sem a ajuda dos acessórios. No improviso, o usuário força o pescoço para baixo, tensionando ombros e coluna.

Os punhos também ficam mais tensos, porque é mais difícil apoiá-los no laptop. A posição errada altera a circulação sanguínea e afeta a nutrição dos tecidos, o que pode causar inflamações.

O ideal é acoplar um teclado ao aparelho, para melhorar a posição das mãos, e usar um suporte para elevar a tela à altura dos olhos.

A altura das teclas deve permitir que os ombros fiquem relaxados _por isso, o notebook não deve ser usado no colo, na cama ou em mesas altas, como as de jantar.

Quanto menor o aparelho, maiores são os riscos. Teclas pequenas obrigam o usuário a adotar uma postura restrita, comprimindo músculos e gerando tensão em todo o corpo.

"Um amigo se encantou com um notebook superpequeno, do Japão. Em três semanas de uso, desenvolveu uma inflamação dos tendões do cotovelo", diz Casarotto.

Atenção também aos tablets, que devem ficar apoiados em mesas. Segurá-los causa dores nos punhos e nos dedos. Mesmo na mesa, o pescoço fica curvado para baixo, piorando a postura.

"Ler no tablet não traz riscos, também não é proibido digitar rapidamente. Mas usá-lo sempre para navegação trará problemas, porque o aparelho precisaria ser colocado na vertical, o que é inviável", diz Casarotto.

Folha

A banda de robôs voltou!

55% dos brasileiros recebem salário em espécie, segundo BC

Apesar do aumento no número de pessoas com acesso a serviços bancários, a maioria dos brasileiros ainda recebe seu salário em "dinheiro vivo", segundo levantamento do Banco Central.

A pesquisa "O Brasileiro e sua Relação com o Dinheiro" de 2010 mostra que 55% das pessoas são pagas dessa maneira por seus empregadores, mesmo percentual verificado em 2007.

Esse aumento se deu apesar do avanço na bancarização da população nesse período. O percentual de pessoas com conta corrente passou de 39% para 51% em três anos.

Houve queda, no entanto, no uso de dinheiro em espécie no pagamento de despesas, de 82% para 72% das transações realizadas no país.

Cartões de crédito e débito avançaram de 8% para 13% e 14%, respectivamente.



DESPESAS
O BC calculou uma despesa média de R$ 807,93 entre compras e pagamentos de contas, ante uma média de R$ 577 em 2007. Para saldar os gastos diários, a instituição verificou que a maior parte da população carrega no máximo R$ 20 diariamente: 24% dos entrevistas carregavam menos de R$ 10 e 27% carregavam no máximo esse valor.

Somente 12% dos entrevistados admitiu carregar mais de R$ 50 em valores no dia a dia.
Para compor essa pesquisa, o BC realizou 1.044 entrevistas entre janeiro e fevereiro. As entrevistas foram distribuídas de modo a abranger todas as 26 capitais brasileiras e o Distrito Federal.


E pagar as taxas extorsivas cobradas pelos agiotas bancos? Ser assaltado na saída dos bancos?

São José recebe vocalista do Iron Maiden na Embraer

Cuidado com seu filho...

Eu já sabia - 25

domingo, 27 de março de 2011

Após dois gols, Neymar é hostilizado; casca de banana é jogada no gramado


Neymar foi a estrela da vitória da seleção brasileira contra a Escócia, por 2 a 0, em Londres, mas definitivamente não estava em casa. Na saída do gramado do estádio Emirates, o jogador foi hostilizado pela torcida rival, que marcou presença nas arquibancadas.

O público chegou a jogar uma casca de banana no gramado, que foi recolhida pelo volante Lucas ao fim da partida.

“O racismo no mundo não tem mais espaço. Na Europa, que dizem ser o primeiro mundo, é onde acontece mais. Tem que mudar isso, hoje todo mundo é igual e é uma questão de respeito”, disse o camisa 5 de Mano.

"Eram muitas vaias, até na hora de bater o pênalti estava o estádio inteiro vaiando. Esse clima do racismo é totalmente triste. A gente sai do nosso país, vem jogar aqui e acontece isso. É triste, prefiro nem tocar no assunto, para não virar uma bola de neve", disse o próprio Neymar, em entrevista à TV Globo e ao Sportv.

Esta foi a segunda vez na mesma semana que um brasileiro foi hostilizado na Europa. O lateral Roberto Carlos, que defende o Anzhi, da Rússia, viu a torcida do Zenit lhe oferecer uma banana antes do jogo entre as duas equipes. Assim como Neymar, o jogador preferiu relativizar a importância do ocorrido.

Os insultos deste domingo também não afetaram o jogo de Neymar. O atacante fez sua terceira aparição pela seleção profissional e já soma três gols. A partida deste domingo contra a Escócia, no entanto, pode ter um efeito especial.

Esta foi a primeira partida profissional do jogador na Europa, e serviu como cartão de visitas do santista no Velho Mundo. Pela internet, jornalistas e até jogadores de outros países comentavam a atuação de Neymar.

“Neymar, o garoto é legal. Parece um Cristiano Ronaldo jovem, ousado, showman... Muito ritmo e habilidade”, disse Rio Ferdinand, zagueiro do Manchester United e ex-capitão da seleção inglesa, em seu perfil do Twitter.

“Desde a primeira vez que eu fui convocado, eu fui com o pensamento de fazer história na seleção do meu país”, disse Neymar, na saída do gramado.

UOL

Recentemente, Roberto Carlos sofreu também racismo na Rússia. Quero ver se torcedores estrangeiros em solo brasileiro vão fazer isto na Copa de 2014...

Orkutização do Facebook



Orkut Buyukkokten está no Facebook e já tem quase a mesma quantidade de amigos que mantém na rede social que ele criou — a mais popular do Brasil. Atualmente o engenheiro de software, de 35 anos, nascido na Turquia tem 472 amigos no Orkut e 455 na rede social de Mark Zuckerberg, de 26 anos. A diferença era um pouco maior há um ano e quatro meses: eram 489 amigos no Orkut e 437 amigos no Facebook.
Muitos dos seus contatos na lista de amigos do Facebook estudaram em Stanford, a mesma universidade que ele frequentou, a poucos quilômetros da sede do Google, em Mountain View, Califórnia.
Entre seus amigos no Facebook, há outros funcionários do Google, como a vice-presidente de produtos de consumo, Marissa Mayer, e o atual CEO da empresa, Eric Schmidt, além do cofundador do Twitter, Evan Williams. Desses, apenas Marissa também é amiga de Orkut Buyukkokten no Orkut.
Sua página no Facebook é fechada, mas no Orkut não. Lá, é difícil encontrar uma atualização realizada pelo próprio criador entre os 558.859 scraps. Até 25 de julho, exatos oito meses atrás, oLink só encontrou scraps de usuários brasileiros — a maioria se manifestando a favor ou contra o fechamento da rede social — e nenhuma atualização do próprio Orkut.

Atualmente, o Facebook tem recebido muita atenção por seu rápido crescimento, pela estratégia de levar suas ferramentas sociais para o restante da web e pelos serviços de anúncios direcionados.
No Brasil o Facebook é o sétimo site mais acessado no Brasil de acordo com o Alexa. A ComScore estima que 12 milhões de pessoas usem o Facebook no Brasil, comparado aos 32 milhões do Orkut. Quem usa o Facebook, acessa cada vez menos o Orkut, mas o número ainda é alto: 88,7%, com dados de dezembro.


O orkut vem mesmo perdendo espaço para o Facebook, ainda mais no Brasil. Pode ser que caia em desuso e em breve fique abandonado mesmo.

Eu já sabia - 24

Com o 100º gol de Rogério Ceni, em cima do timeco, São Paulo ganha clássico.

Grupo dos Alcoólicos Anônimos tem a sua eficácia contestada



Em uma entrevista desvairada, o ator americano Charlie Sheen atacou os Alcoólicos Anônimos, dizendo ter sido "acorrentado e oprimido" nesse "culto" por 22 anos.
Sheen não é lá um modelo de paciente. Mas deu voz a um silencioso grupo de alcoólatras que não se acham no grupo de ajuda mútua criado há 71 anos nos EUA, e replicado mundo afora.
Aqui, pesquisa da Unifesp mostrou que menos da metade dos frequentadores permanece no AA após três meses, e que a técnica é a menos eficaz contra alcoolismo .

Isso, apesar da crença geral de que o AA tem sucesso em recuperar dependentes.
Os resultados do estudo afirmam que, depois de seis meses, a taxa de abstinência de seus frequentadores é de 9%, em comparação com taxa de 10% entre os que não fazem tratamento e de até 36% dos que combinam remédios e terapia.
O motivo mais alegado pelos que não se adaptaram é a falta de identificação com a filosofia do AA. Outras razões são o clima pesado e a falta de credibilidade ("parece um teatro, os frequentadores não parecem estar sóbrios e há muita demagogia", disseram voluntários da pesquisa).
CRÍTICAS INCOMUNS
"O AA se diz o melhor tratamento, mas, do ponto de vista científico, só é muito bom para uma minoria", diz Dartiu Xavier, psiquiatra e um dos autores do estudo.
Segundo o antropólogo e professor da USP Edemilson Antunes de Campos, que fez tese de doutorado sobre o AA após frequentar reuniões por um ano, críticas ao grupo não são comuns no Brasil.
Aqui, o grupo tem grande aceitação: o Brasil é o terceiro país com mais membros, atrás dos EUA e do México.
"Na França, o AA é visto como seita que contraria valores laicos. Aqui, não."
OUTRO LADO
Coordenadores de divulgação do AA, Hugo e Silvio dizem que o método não tem a pretensão da onipotência. "Se alguém pode ser internado, ir ao AA e fazer terapia, estará mais coberto. Não há concorrência, não somos exclusivistas", disse Hugo.
Para ele, os motivos que levam à desistência do tratamento são as características da própria doença.
Sobre o fato de muitos dos frequentadores terem outras doenças, Hugo diz: "Não somos profissionais da saúde para diagnosticar. Hoje o AA aceita que a pessoa tome antidepressivo. Há bebedores com outras doenças psiquiátricas. Se não pudermos resolver, passamos a bola."
De acordo com Hugo, não é preciso retorno para as falas. A pessoa é apoiada pelo grupo e se identifica com ele.
Em relação à crítica ao cunho religioso, Hugo diz: "Nossa experiência é comprovada e vem de correntes psicológicas, médicas e religiosas, sim, mas também há ateus, espíritas e umbandistas que frequentam o AA."
Um dos 12 passos fala de um ser superior, mas, segundo Hugo, cada um o interpreta como quiser. Para alguns, esse ser é o próprio AA.
Silvio afirma que o AA não é rígido. "Tentamos prevenir a recaída. Mas ela não nos surpreende. Ninguém é estigmatizado por isso."
À afirmação de Charlie Sheen, que disse que o AA é um culto, Hugo responde: "Há, sim, frequentadores fanáticos. Mas essa não é uma característica da entidade."
Folha

Imagem pertinente - 44

Isso já aconteceu com você, quando a sua internet caiu


Mensagem da Líbia

Japão reconstrói rodovia destruída por terremoto em apenas seis dias


Uma rodovia destruída pelo terremoto do dia 11 de março em Naka, na província de Ibaraki, no norte do Japão, foi reconstruída em apenas seis dias pela empresa responsável. Foi recuperado um trecho de 150 metros que faz ligação com a capital Tóquio.
Imagem tirada no dia 11 de março mostra rodovia destruída por terremoto em Naka. (Foto: AP)

Botafogo empata em 0x0, mas mostra disposição


O Botafogo já se despediu de Joel Santana, mas ainda não pôde contar com Caio Júnior à beira do campo. Neste sábado, o novo treinador alvinegro viu da arquibancada o Alvinegro empatar sem gols com o Boavista, em Macaé. Mesmo com dez desfalques, a equipe de General Severiano criou mais chances e deu trabalho à equipe que já venceu Fluminense e Vasco neste Campeonato Carioca, mas não conseguiu superar a defesa adversária.
O 0 a 0 tirou a liderança do Botafogo no Grupo B. O Olaria venceu Nova Iguaçu por 2 a 0 e chegou a 12 pontos, dois a mais que o Alvinegro. O Bota ainda pode ser ultrapassado pelo Fluminense, que tem sete e encara o Vasco neste domingo. A diferença no saldo entre os dois rivais é de quatro gols. O Boavista, por sua vez, chegou à liderança no Grupo A com dez pontos, um a mais que Vasco e com dois de vantagem para o Flamengo.

Globoesporte

Se não fez gols, ao menos o time mostrou vontade, vergonha na cara e disposição. Se fosse Joel à beira do campo, certamente teria perdido a partida. Caio cansou de perder gols na cara e Cidinho, que veio do time de base, mostrou-se promissor. Não há muito à comentar e a expectativa fica para o jogo de quarta, contra o Paraná no sul, pela Copa do Brasil. O Botafogo contará com as voltas de Everton, Jefferson e Herrera.

sábado, 26 de março de 2011

Gente que participa da "Hora do planeta" diz que tsunami no Japão foi merecido



Pamela Gresinger

Dread, HAHA, sou apenas realista ;}
ee acho legal mesmo tsunami, que acaba assim com lugares que apenas MERECEM,
Japão é um dos maiores poluidores, aapenas tiveram o que mereceeram
e detalhe; dia 11/03 ÉE MEEU ANINVEEERSARIO XD, ganhei um tsunami de presente poow :]




Se você tem orkut, deixe uma mensagem para esta menina, que não respeita a dor dos que  morreram neste fenômeno geológico, que nada tem a ver com poluição ou meio-ambiente. Por certo para esta tal Pâmela as pessoas que morreram no terremoto no Haiti também mereceram morrer de maneira dolorosa, os que morreram no terremoto do Chile, da Turquia etc.


Segundo Pamela, estas pessoas merecem sofrer:







Patetas brincam de "Hora do planeta" com o computador ligado

Devem achar que o computador ligado durante uma hora gasta menos que uma lâmpada acesa.

Eco-hipocrisia

Está se aproximando o dia da Hora do Planeta, um movimento que pretende apagar as luzes de diversos lugares durante 60 minutos para, de acordo com os organizadores (a ONG WWF), mobilizar a sociedade em torno da causa do aquecimento global.


A iniciativa é louvável, não fosse um detalhe: Falhou miseravelmente. As pessoas que deveriam ser conscientizadas, em sua maioria, não fazem nada pelo meio ambiente durante todo o resto do ano. As pequenas atitudes que podem ser tomadas sendo respeitado o bom senso (o que não inclui, como sugeriram no twitter, reutilizar a água da máquina de lavar) normalmente não são tomadas por essas pessoas.


Isso quer dizer que a Hora do Planeta se tornou uma espécie de mea culpa que as pessoas fazem, sendo o raciocínio o seguinte: "Eu apago minhas luzes por uma hora, estou colaborando".


"Ah Guto, mas até os governos apagam as luzes"


Os governos, esses antros de boa vontade, apagam as luzes por que é extremamente populista afirmar que eles 'apagam as luzes pelo planeta'. Com um detalhe importante: Eles só apagam as luzes de monumentos e etc., que chamam a atenção. Aposto um bombom como o Palácio do planalto vai estar aceso e com os ar-condicionados ligados durante a Hora do Planeta.


Se eu perder a aposta e você viu essa postagem (e, claro, tiver como provar que o Palácio estava apagado) me mande um e-mail com seu nome e endereço que o bombom chegará.

Fonte: Blog "É muito complexo"

Sobrinhos do ataíde

Consumidora fecha acordo com montadora após 'briga' na web

Foram quatro anos de contenda e reclamações até que o ressarcimento chegasse para a consumidora catarinense Daniely de Andrade, 33 anos, que comprou em 2007 um Mégane Sedan 2.0, da Renault, que apresentou defeitos desde a aquisição.
O longo imbróglio terminou esta semana, quando a montadora se comprometeu a devolver o valor referente ao que foi pago pelo veículo, mais os danos sofridos pela advogada.

Embora ela já movesse há tempos uma ação na Justiça contra a Renault, a vitória só veio depois que ela recorreu à internet para dar voz ao seu problema: em fevereiro deste ano, criou o site “Meu Carro Falha”, dando detalhes sobre o caso; montou perfis no Twitter e no Facebook; e publicou vídeos relatando o seu caso no You Tube. (Para ver o site, clique aqui)

“Eu já tinha tentado de tudo quando veio a ideia de que nenhum lugar seria melhor para expor meu caso quanto a internet”, afirmou ao G1 Daniely no dia seguinte ao acordo, em que também conseguiu da montadora um carro extra para doar a uma entidade assistencial, em sinal de gratidão às mensagens de apoio que, conta, recebeu "de todo o Brasil".
Eu já tinha tentado de tudo quando veio a ideia de que nenhum lugar seria melhor para expor meu caso quanto a internet"
Daniely
Satisfeita com o desfecho, ela não se incomoda nem com a fama virtual repentina. "O que me incomoda não é só o grito dos maus, é o silêncio dos inocentes. Não estou nem aí se teve uma exposição", diz ela, que pretende manter o site como espaço para reclamações de outros consumidores.

Faltou pouco, no entanto, para o barulho se tornar um “tiro no pé” da consumidora. A repercussão sobre o caso de Daniely foi tamanha que a Renault entrou com uma ação judicial – e ganhou – para obrigar Daniely a tirar do ar todas as críticas e relatos que denegriam a imagem da empresa. Decisão que, depois, foi reavaliada pela companhia, que preferiu buscar a conciliação em vez de exercer o direito concedido pela Justiça.
“A empresa reconhece que houve falhas em seus procedimentos internos e lamenta o acontecido”, disse a Renault em comunicado enviado por email ao G1, em que alega que, apesar da decisão judicial favorável à companhia, optou por não exercer o direito de retirar as queixas de Daniely do ar porque “sempre buscou uma solução conciliadora para o caso”.

G1

Homem se assusta com androide

sexta-feira, 25 de março de 2011

Estudo sugere nave movida a água para baratear viagem a Marte



Veículos espaciais movidos a água podem abrir muitas possibilidades na exploração de planetas do Sistema Solar e, entre elas, tornar mais em conta uma viagem até Marte.

Uma nave desses termos custaria um pouco menos do que é gasto hoje com o lançamento de ônibus espaciais, noticia o site Space.com.

A proposta é de um engenheiro de software e empreendedor tecnológico, Brian McConnelll, e o coautor Alexander Tolley, que publicou o estudo na edição de março do "Journal of the British Interplanetary Society".

A propulsão seria feita com motores eletrotérmicos que superaqueceriam a água, resultando em vapores concentrados, capazes de impulsionar a nave até o espaço.

Ou seja, uma nova tecnologia não teria que ser desenvolvida para tornar o projeto uma realidade.

BANHOS QUENTES NO ESPAÇO?

A água como propelente principal tornaria a viagem mais barata, diz a pesquisa, graças aos motores eletrotérmicos que são considerados eficientes para esse fim.

Além disso, ela poderia ser usada de outras maneiras, já que é reciclável, o que reduziria consequentemente o peso morto tão problemático das viagens.

O voo também poderia ser mais confortável, na opinião de McConnell. Com água reservada, os astronautas cultivariam alguns alimentos, algo impensável nos dias atuais, e --o luxo dos luxos-- tomar vários banhos quentes.

O abastecimento seria feito em órbitas baixas da Terra, segundo as necessidades, ou mesmo pela reposição de água bombada de um asteroide ou da lua de Marte.
Folha

A idéia é ótima, mas será necessário ter certeza é de que será fácil extrair água congelada de Marte, que muitas vezes estará em pólos distantes dos locais de exploração da missão, além da tecnologia necessária para tal feito.

Câmara aprova pena reduzida para estudantes



O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (23) um projeto de lei que reduz o tempo de pena para presos que se dedicarem aos estudos. O projeto, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), propõe que condenados possam reduzir seu tempo de prisão na razão de um dia para cada 12 horas de aula. A proposta agora volta para ser apreciada novamente no Senado.

De acordo com o projeto, presos de regime aberto ou semiaberto poderão desenvolver atividades educacionais na modalidade presencial e deverão comprovar mensalmente o comparecimento às aulas. O condenado que cumpre pena de regime fechado só poderá estudar no presídio ou por meio da metodologia de ensino a distância, sem sair da prisão. As instituições de ensino precisarão ser certificadas pelas autoridades educacionais competentes.

O projeto mantém a possibilidade de redução da pena por trabalho. A proposta mantém o art. 126 da Lei de Execução Penal, segundo a qual a cada três dias trabalhados, o condenado terá remição de pena de um dia. “A ressocialização só é possível através do trabalho e da educação. Não permitir o trabalho é aumentar o preconceito da sociedade com os presos”, defendeu o deputado Domingos Dutra (PT-MA), que votou favorável ao projeto.

Pelo texto aprovado pelos deputados, não se admitirá a cumulação, concomitante, de cursos para efeito de remição. Por acordo entre base e oposição, o benefício da redução da pena por estudo ou trabalho não alcançará condenados por delitos considerados hediondos ou a eles equiparados. Para os que poderão usar o instituto da remição, em caso de falta grave, o juiz poderá revogar esse direito do preso em até um terço do tempo remido.

A proposta foi aprovada sob protesto de alguns parlamentares. Para o deputado Delegado Waldir (PSDB-GO), o projeto vai colocar “nas ruas mais criminosos”. “Estamos aprovando mais um benefício ao malandro. Hoje o sistema prisional nacional está quebrado e falido. Com esse PL, vamos colocar nas ruas mais criminosos. Estamos aqui querendo aprovar uma bolsa preso. Isso é uma vergonha”, afirmou.

Fonte

Sou contra esta lei. Vários presos de alta periculosidade, como Fernandinho Beira-Mar e Marcola se dedicam muito aos estudos. Então por isso poderão ter a pena reduzida? O tamanho da pena deve estar relacionada aos crimes que ele cometeu, sem diminuí-la porque ele estudou. O fato de um criminoso estudar não significa que ele se tornará menos criminoso ou que mereça sair mais cedo da prisão.

A inutilidade da Hora do Planeta (de novo!)







São Paulo apagará as luzes na Hora do Planeta 2011

A cidade de São Paulo confirmou sua adesão à Hora do Planeta 2011. Participante do movimento global desde a sua primeira realização no Brasil, em 2009, a cidade apagará luzes de monumentos e ícones no próximo dia 26, de 20h30 às 21h30 (hora local) para mostrar sua preocupação com o meio ambiente e a saúde do planeta.

- Cada ano vamos agregando novos monumentos paulistanos, e assim aumentando a participação da cidade de São Paulo na Hora do Planeta -  afirmou o prefeito Gilberto Kassab, ao confirmar a adesão da cidade. Este ano serão apagados em São Paulo: a Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada), o Obelisco do Ibirapuera, o Monumento às Bandeiras, o Teatro Municipal, o Mercado Municipal e o Estádio do Pacaembu. A Biblioteca Municipal Mário de Andrade, re-inaugurada no último mês de janeiro, também terá suas luzes apagadas.

Presente na solenidade, o presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil, Álvaro de Souza, afirmou que a participação da cidade de São Paulo é fundamental para a disseminação da Hora do Planeta no Brasil, e consequentemente a conscientização da população brasileira para a ameaça das mudanças climáticas. "A meta da Rede WWF era conquista a adesão das 25 megacidades do mundo, o WWF-Brasil contribuiu para ultrapassar essa meta com a inclusão de São Paulo ao movimento", disse Souza.

Até o momento, 35 cidades, incluindo 8 capitais, formalizaram a adesão à Hora do Planeta 2011. A maior parte delas também participa pela terceira vez. Outras 17 prefeituras encontram-se já na fase final de entrega do documento, que traz a indicação de quais monumentos serão apagados. As outras sete capitais que aderiram são Aracaju (SE), Goiânia (GO), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Rio Branco (AC) e Campo Grande (MS). A Frente Nacional de Prefeitos (FNP), representando 400 municípios, é parceira da Hora do Planeta no Brasil neste ano.




Esta campanha é inútil e não serve para absolutamente nada. Nem no Brasil, nem no exterior. Para começar, a maior fatia da matriz energética do Brasil é gerada pelas hidrelétricas. Ou seja, é uma energia limpa, que não causa danos ao meio ambiente se comparada à matrizes energéticas de outros países, como a da China, que vive basicamente do carvão. Estando já a energia GERADA, de nada adianta meia-dúzia de pessoas apagarem a luz durante uma hora. É uma medida que não resolve nada. É uma manifestação inócua, que em geral é adotada por pessoas que brincam de apagar a luz e durante o resto do ano não abre mão de seus carros, não usam mais o transporte coletivo e que não separam o lixo corretamente.


Por que a WWF não vai peitar a China, que é uma das maiores responsáveis pelo lançamento de gases tóxicos na atmosfera? Por que esta ONG demagoga não pressiona os governos à fomentarem a indústria dos automóveis elétricos, que poderiam efetivamente colaborar com a diminuição da poluição?
Se as pessoas também procurassem pesquisar quais empresas não respeitam o meio-ambiente e parassem de consumir seus produtos, também fariam algo real contra o aquecimento global, ao contrário de ficar brincando de apagar a luz feito bobalhão.

Provavelmente poucas pessoas vão aderir a este modismo inútil da hora do planeta, mas ele poderia causar um efeito contrário. Se durante uma hora houvesse uma queda realmente drástica no consumo de energia, quando os aparelhos fossem religados seria exigida uma carga maior das estações distribuidoras de energia elétrica, sobrecarregando o sistema e aumentando o consumo, propiciando um efeito contrário ao desejado pelos aspirantes à amiguinhos do Capitão Planeta.




Inteligente mesmo é comprar produtos que economizam energia elétrica, como os com estes selos:
Selo indicativo de produto que consome menos energia




Selo que deve ser observado em qualquer produto elétrico: Prefira os que possuam a classificação "A", que indica melhor utilização da energia elétrica.



 


Algumas dicas REAIS de como se pode auxiliar o meio-ambiente:


1) Todos sabemos (mas às vezes esquecemos) que podemos economizar água de maneiras simples, como não deixando a torneira ligada ao fazer a barba, lavar o rosto ou escovar os dentes.


2) Reutilize a água usada na lavagem de roupas para a limpeza de calçadas, de quintais ou mesmo para lavar seu carro.


3) Usar um barbeador elétrico ou lâmina de barbear com lâminas substituíveis, em vez de descartáveis, ajuda muito na redução de resíduos.


4) Use toalhas para secar o seu rosto e mãos ao invés de lenços de papel descartáveis. Além disso, pendure suas toalhas para secar, para que possam ser reutilizadas várias vezes.


5) Prefira fraldas de pano em lugar das descartáveis, que ficam anos acumuladas em lixões.


6) Compre bebidas em garrafas reutilizáveis (de vidro ou alumínio), ao invés de porções únicas em embalagens descartáveis.


7) Ao embrulhar o seu lanche, opte por embalagens reutilizáveis para armazenamento dos alimentos, em lugar de folhas de alumínio ou saquinhos de plástico.


8) Ao sair de casa, não se esqueça de desligar todas as luzes e aparelhos eletrônicos; desligue também carregadores, pois estes continuam a consumir mesmo se não estiverem mais carregando. Poupar energia ajuda a reduzir a poluição do ar.


9) Ao comprar aparelhos eletrodomésticos, verifique nas especificações técnicas se são eficientes no consumo de energia.


10) Não vá a lugar nenhum sem a sua sacola de pano, de modo que você possa simplesmente dizer "não" ao plástico sempre que for fazer compras.


11) Por mais radical que pareça, a forma mais fácil de reduzir suas emissões de carbono é minimizar o uso de automóveis. Ao invés de dirigir, tente andar de bicicleta, caminhar, pegar carona, usar transportes públicos etc.

Se você não tem outra opção senão dirigir para o trabalho, procure por carros de maior eficiência de combustível e mantenha os pneus regulados na pressão correta para reduzir o consumo do seu carro.

Agora, se você está entre a maioria dos motoristas que passam horas presos no trânsito, considere desligar o motor se for ficar parado por um período longo.
Para os apressadinhos, lembre-se que dirigir agressivamente aumenta o consumo de combustível e as emissões de gases de efeito estufa. Por isso, se você quiser contribuir com o meio ambiente, acelere gradualmente e tente manter uma velocidade constante.


12) Você tem o hábito de beber café? Usar uma caneca lavável é uma alternativa ecológica aos copos plásticos ou de isopor não-biodegradáveis.

Deixe um copo de vidro e uma garrafa reutilizável no local de trabalho para diminuir a quantidade de copos plásticos ou de garrafinhas de água. 80% de garrafas de plástico são recicláveis, mas apenas 20% são efetivamente recicladas.


13) Quando precisar de folhas para rascunho, use o verso daqueles documentos antigos que você não precisará mais.


14) Se não existir um sistema de reciclagem no escritório, inicie um! Reciclagem de lixo contribui efetivamente para a redução de emissões de carbono. E estima-se que 75% do que é jogado no lixo pode ser reciclado, embora atualmente a reciclagem seja de apenas 25%.


15) Quando for imprimir, imprima frente e verso.

A maioria dos acessórios de computadores como cartuchos de tinta, CDs e DVDs são feitos de materiais que poderiam ser reutilizados. Os cabos e alto-falantes são bastante padronizados, o que significa que eles podem ser reutilizados em vários modelos de computadores.


16) Reduza as emissões de carbono do seu escritório, configurando computadores, monitores, impressoras, copiadoras, alto-falantes e outros equipamentos no seu modo econômico e desligando-os ao final do dia.


17) Desligue todas as luzes desnecessárias, especialmente nos escritórios e salas de conferência, banheiros e áreas que não estão sendo utilizadas.


18) Se você está em busca de algo para personalizar o seu escritório, escolha plantas de interior. Essas plantas são boas para o ambiente, pois removem poluentes presentes no ar.


19) Nos dias de calor, experimente abrir as janelas e usar roupas leves ao invés de ligar o ar-condicionado.


20) Não coloque lâmpadas ou televisores perto do seu ar-condicionado, uma vez que este irá identificar o calor proveniente desses aparelhos e, por isso, trabalhará mais tempo que necessário.


21) Quando cozinhar, faça com que o tamanho da panela corresponda ao tamanho da boca do fogão, assim reduzirá o gasto energético.


22) Doe o que não quiser ou não precisar mais, ao invés de jogar fora.


23) Recicle, Reduza e Reutilize.





É sempre interessante descobrirmos que mais pessoas notam a inutilidade deste "movimento".
No excelente blog "Mundo em Colapso", podemos ler o seguinte:




"No dia 27 de março, as 20:30h (horário de Brasília) algumas pessoas bem intencionadas e espalhadas pelo mundo desligarão a energia elétrica de suas casas por uma hora. Na esperança de estarem protestando contra o suposto aquecimento global, muitas destas pessoas apagarão as luzes sem saber muita coisa sobre quem está por trás do tal evento.

A WWF pede: "Desliguem seus aparelhos de ar-condicionado, suas mega geladeiras, seus aquecedores elétricos, televisores, computadores, lâmpadas e telefones sem fio, mas apenas por uma hora, se é que vocês podem aguentar". Quem patrocina essa iniciativa (que não resolve nada, mas lucra bastante) são empresas como a Coca-cola, a Tim, a Walmart e o banco HSBC. Estariam estas empresas realmente preocupadas com algo além de mais lucros? Não responda agora, espere pra quando for comprar mais um refrigerante.

Tudo bem que alguns espertos de alguma esperta ONG internacional resolvam sugar um pouco de grana das megacorporações, e façam o que bem entenderem dela, afinal, a vida é pra curtir! Mas só pra esclarecer: eu não sou comunista, eu bebo coca-cola e demoro mais de 5 minutos no banho, só acho um pouco estranho protestar com a ajuda financeira e apoio dos alvos do protesto.

Essa coisa toda me deixa rabugento pois eu sei que não passa de uma furada, mas, se você acha que não, tudo bem. No dia 27 de março, às 20:30h (horário de Brasília), desligue a energia elétrica, abra uma latinha de Coca-Cola que você comprou em algum supermercado da Walmart e ligue pra seus amigos com o seu celular TIM que você recarregou no caixa eletrônico do HSBC para dizer que está participando da Hora do Planeta!"