Pesquisar este blog

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Descaso do governo tucano em São José dos Campos




(clique nas imagens para aumentar)


As imagem acima retratam o descaso do governo tucano de São José dos Campos com os serviços oferecidos aos seus contribuintes.

Tratam-se do "Espaço Ponto Com", localizado no centro da cidade, mais precisamente na Praça Con. Lima e abriga um centro de acesso gratuíto à internet para uso da população. Pelas marcações nas fotografias é possível observar-se um plástico azul cobrindo parte do telhado da construção.

Indaguei a uma pessoa que trabalha no local, cujo nome manterei em sigilo, há quanto tempo aquela situação persiste e a resposta foi "há aproximadamente 2 meses". A mesma fonte disse que o problema foi relatado à Prefeitura e a única solução oferecida até então foi a cobertura provisória com plástico.

As fotografias foram tiradas nesta data e a estação da chuvas está se aproximando.


Comentário do Aurelio:
Há um grande risco de ocorrer uma infiltração e os computadores serem molhados, o que acarretaria um grande prejuízo aos 
cofres públicos. Uma solução definitiva como esta não é cara, portanto nada impede que a prefeitura resolva logo a questão.



Quem realmente é Justin Bieber


domingo, 30 de outubro de 2011

Idiota quer que instalem a NET sem cabo

Clique para ampliar!

Sindicato dos urubus ralha e torce contra a recuperação de Lula contra o câncer





Desejar a morte de alguém é uma das coisas mais baixas que um ser humano pode fazer. Tenho visto muitas pessoas, de certas preferências políticas, desejando a morte do ex-presidente Lula. É um ato de ignorância que demonstra falta de caráter.
"Que o câncer te vença", "já vai tarde" e "já morreu" foram algumas das coisas chocantes que li, em murais de perfis de alguns jornais no Facebook.
Primeiramente, demonstra ignorância ao acharem que câncer significa automaticamente "morte".
Discordar da visão política de alguém, de um governo ou algo assim é saudável. Já desejar a morte de uma pessoa com uma doença tão cruel como o câncer é mal-caratismo puro. Os principais líderes da oposição tiveram a grandeza de torcer pela pronta recuperação do ex-presidente, até agora.
Já algumas pessoas, que se dizem "humanas" torcem para ele morrer. Pior é ver esta atitude vinda de pessoas que se dizem muito religiosas, que ficam compartilhando mensagens cristãs em seus murais e agora mostram suas verdadeiras faces. Para quem deseja a morte do Lula, torço de coração que a pessoa nunca passe por um câncer ou nunca veja alguém lutando contra esta maldita doença.
No exterior, quando um político de um partido está com uma doença grave, eleitores e partidários de outras agremiações sempre torcem por sua pronta recomendação, pois diferenças políticas à parte, é gente que merece o desejo do melhor.
Particularmente posso não concordar com certos prefeitos ,vereadores, deputados e ex-presidentes, mas jamais vou desejar que um destes políticos sofra com o câncer ou qualquer outra doença tão triste.
Alguns usam um argumento falacioso: " Por que ele não se trata no SUS?". Primeiramente, esta pergunta já é por si só desrespeitosa com quem está se tratando pelo sistema público de saúde, pois insinua que quem passa pelo mesmo certamente vai morrer.

O SUS em si funciona, porém depende também dos governos municipais e estaduais. Muitas vezes os recursos chegam à quem administra estes e não são bem utilizados. O Brasil precisa de uma otimização dos recursos do mesmo nas três esferas (federal, estadual e municipal), cortando a corrupção que muitas vezes atinge os recursos da saúde, os gastos desnecessários, o dinheiro direcionado de maneira equivocada que poderia equipar hospitais etc.
No mais, o tratamento do ex-presidente em um hospital particular não é ilegal ou imoral, pois ele ganha um bom capital dando palestras no Brasil e no exterior, podendo custear seu tratamento no Sírio Libanês. Qual o crime nisto? Qual o pecado?
Quem está sugerindo para ele se tratar no SUS, se trata no mesmo? Ou são pessoas, que têm inveja de ver um migrante que saiu da extrema pobreza, foi presidente duas vezes sem nenhuma formação acadêmica e agora é respeitado no Brasil e no exterior? Aliás, um dado: se um dia você precisar de um transplante, ele será feito pelo SUS e a taxa de sucesso é maior do que 98%. Portanto é melhor parar de insinuar que o Sistema Único de Saúde é uma grande desgraça.
Uma notícia que vai chocar muitas pessoas:

Transplantes: Einstein chega a 1500 transplantes pelo SUS


Hospital comemora e desponta como multiplicador de conhecimento pioneiro entre profissionais de todo o país.

Dezembro de 2009 ficará marcado na história do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) como o mês em que a instituição alcançou a marca de 1500 transplantes de órgãos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E esse nem é o único motivo de comemoração. Na busca para aumentar a doação de órgãos no país, os programas realizados pelo HIAE têm apresentado resultados melhores do que o esperado.

O Sistema Nacional de Transplante (SNT) subsidia, pelo SUS, mais de 90% dos transplantes realizados no país. O HIAE é, desde 2002 e por iniciativa própria, uma das instituições credenciadas para a realização dessas cirurgias.

Desde então, o Einstein tornou-se responsável pelo maior número de transplantes de fígado da América Latina. Hoje é também um dos principais transplantadores de rim no Brasil e o terceiro maior em transplantes de coração, no estado de São Paulo. “O contrato do HIAE com o SUS faz parte do Programa de Filantropia da instituição. Atingir esse número, de 1500 transplantes, demonstra o sucesso desse programa, criado para ajudar a população e dar acesso às melhores práticas cirúrgicas possíveis”, explica o dr. Ben-Hur Ferraz Neto, gerente médico do Programa Integrado de Transplante de Órgãos do HIAE. “Temos orgulho de contribuir com a sociedade brasileira em área tão nobre da medicina”, afirma o médico.

A partir do momento em que o indivíduo é encaminhado ao HIAE, por médicos de todas as regiões do país, torna-se um paciente do hospital para sempre. O atendimento é realizado desde a primeira avaliação, passando pelo tempo em que fica na lista de espera por um órgão e permanecendo por todo o acompanhamento após o transplante.

“Além disso, os resultados apresentados pelos transplantes no HIAE são mesmo diferenciados. No mínimo, 10% superiores à média em São Paulo. Isso significa que temos 10% mais pacientes transplantados vivos do que a média dos hospitais no estado”, afirma.

Ao todo, o HIAE realiza 12 mil consultas por ano, atendendo pacientes antes e depois do transplante.

Entre os pacientes do HIAE na lista de espera por órgãos - controlada pela Secretaria de Estado da Saúde - 600 esperam por um rim, enquanto 200 esperam por um fígado. Cem pessoas aguardam a chegada de pâncreas e rim (ao mesmo tempo), seis estão à espera de um pulmão e 20, de um novo coração.

De 2002 a 2009, o HIAE realizou 110 transplantes privados e 1500 pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “A demanda, pelo SUS, é muito maior, claro. Afinal, atende pessoas que, sem essa ajuda, não teriam condições de arcar com as despesas de uma cirurgia desse porte e acabariam morrendo”, explica o médico.


Estes são fatos históricos, não é necessário partidarismo para reconhecê-los. Pode-se discordar das políticas de seu governo, mas o que mencionei acima são fatos incontestáveis.
Torço sinceramente que quem agora chega na baixeza de desejar a morte e o sofrimento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva nunca sofra com um câncer ou nunca veja um parente próximo lutando contra esta doença. Cada vez que alguém fala isto, a palavra "humanidade" perde um pouco do sentido.

Comentário do Celso:
Pode-se concordar ou discordar do posicionamento político de Lula, mas desejar-lhe a morte por causa do aparecimento de um câncer é coisa de gente chula, baixa e que nunca passou pelo tratamento desta doença, ou não teve conhecidos e/ou parentes que foram vitimadas por ela.
Não me lembro de ninguém ter mandado a Dona Ruth Cardoso ir se tratar no sistema público de saúde do Estado de SP, que é perfeito na visão dos tucanos.






sábado, 29 de outubro de 2011

Botafogo derrota o Cruzeiro por 1 a 0



Apenas um cruzamento preciso de Elkeson (após um excelente passe de Bruno Cortês) para Loco Abreu bastou para o Botafogo derrotar o Cruzeiro, neste sábado, no Engenhão. Poderia eu falar sobre o gol incrível perdido por Herrera no primeiro tempo ou por Caio na segunda etapa, ou dos erros da zaga do Alvinegro e a tensão que o time quase sempre sofre para vencer, mas falemos apenas da precisão do atacante uruguaio.
Se continuar vencendo, sem jogar bem ou não, o título é sim possível. São mais 4 dos 6 próximos jogos em casa.
Basta jogar com seriedade e não ter medo de vencer.


Ex-presidente Lula está com tumor na laringe e fará quimioterapia


O ex-presidente Lula, em São José dos Campos, em 2008. Foto:Aurelio Moraes

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou exames neste sábado (29) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, tendo sido diagnosticado um tumor localizado de laringe.
Segundo o hospital, ele será tratado com quimioterapia.
"O paciente encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial", afirma a nota do Sírio-Libanês.
O câncer de laringe é um dos mais comuns a atingir a região da cabeça e pescoço, representando cerca de 25% dos tumores malignos que acometem esta área e 2% de todas as doenças malignas. Aproximadamente 2/3 desses tumores surgem na corda vocal verdadeira e 1/3 acomete a laringe supraglótica (ou seja, localizam-se acima das cordas vocais).
Na história do paciente, o primeiro sintoma é o indicativo da localização da lesão. Assim, odinofagia (dor de garganta) sugere tumor supraglótico e rouquidão indica tumor glótico e subglótico. O câncer supraglótico geralmente é acompanhado de outros sinais e sintomas como a alteração na qualidade da voz, disfagia leve (dificuldade de engolir) e sensação de um "caroço" na garganta. Nas lesões avançadas das cordas vocais, além da rouquidão, pode ocorrer dor na garganta, disfagia e dispnéia (dificuldade para respirar ou falta de ar).
Com informações do INCA.

Rush - Tom Sawyer (a ser lançado dia 8 de novembro)

O que fazer na fila do banco


Idec reprova sites de compras coletivas

No começo, a surpresa e a festa das promoções. Agora, os conflitos começam a ficar mais frequentes. Tanto que órgãos de defesa do consumidor já tornam mais incisivas suas preocupações a respeito dos sites de compras coletivas que, desde o ano passado, impulsionam as vendas do comércio virtual. O levantamento mais recente, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), aponta os principais problemas encontrados nas quatro maiores empresas do ramo: Groupon, Peixe Urbano, Clickon e Groupalia.

As irregularidades mais frequentes são encontradas nos contratos – os sites não assumem a responsabilidade em caso de defeitos dos produtos e serviços ofertados, contrariando o CDC –, na falta de informação e descontos maiores do que realmente são. Foi também levantado o fato de as empresas não respeitarem a privacidade dos clientes, por conta dos envios de e-mail sem permissão.

“Cada vez mais as pessoas estão inseridas na internet e com um maior potencial econômico. A questão preocupante é a grande atração do consumidor pela oferta, e os sites se aproveitam disso para vender”, afirma o advogado do Idec, Guilherme Varella.

Atraída pelo desconto de 50% na estada em um hotel em Ilha Bela, a administradora bancária Suzana Dória garantiu seu cupom em setembro. Desde então venho tentado marcar a estada”, reclama. A desculpa do hotel é que não há vagas disponíveis quando Suzana liga e o site pelo qual ela comprou o cupom não assume responsabilidade. “Eles dizem que tenho de negociar o reembolso só com o hotel”, afirma.

A primeiro ponto que deve ficar claro para o consumidor é que o site é sim responsável pela confusão. “Eles fazem a propaganda do serviço e o comercializam. Pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC) não existe a hipótese de ele se eximir da responsabilidade. Se houver esta cláusula no contrato, será nula”, ressalta Varella.

Outro problema é o desconto maquiado. Alguns sites divulgavam um desconto maior do que o que concederá na hora do pagamento. “Nesse caso, é importante entrar no site do fornecedor para ter certeza que o preço era aquele mesmo”, diz Varella.

Além disso, alguns sites obrigavam o consumidor a informar o e-mail antes de ter acesso às promoções, o que, para Varella, viola o termo de privacidade da pessoa. Além disso, abre caminho ao envio de propaganda sem autorização. “Esse tipo de publicidade (recebimento de e-mail sem permissão) é abusiva. No Brasil ainda não há lei específica para o segmento de comércio eletrônico que proteja os dados do usuário.”

O Procon também chama atenção para queixas frequentes no setor. “No início, esse sites tinham uma oferta mais centrada nos serviços. Houve uma forte migração pra produtos muito desejados, como o tablet. Inclusive, já temos um numero de consultas muito grande em relação a não entrega deste produto em específico”, aponta Fátima Lemos, assessora técnica do órgão.

Este foi o problema do empresário Carlos Gussoni. “Comprei o tablet em agosto, com promessa de entrega em 45 dias. Mas, até agora, não recebi”, reclama. Gussoni pediu o reembolso, mas a empresa não se responsabiliza. “Além disso, me comunicar com eles é muito difícil”, diz.

O Groupon informou que o internauta tem acesso à política de privacidade antes de optar por fornecer dados pessoais. A responsabilidade do site é limitada aos procedimentos de processamento e disponibilização da oferta. E que tem um departamento de qualidade para certificar se o produto ou serviço está de acordo com os padrões de qualidade.

O Peixe Urbano informou que segue as leis que se aplicam aos sites de compras e tem um criterioso processo de seleção de estabelecimentos parceiros. Clickon e Groupalia não se manifestaram.

São José proíbe celular em posto de gasolina


Foi aprovado por unanimidade na última quinta (27) um projeto de Lei na Câmara de São José dos Campos que veta o uso de telefones celulares em postos de gasolina.
Segundo a vereadora Dulce Rita (PSDB), autora da proposta, a ideia é promover mais segurança para a população e prevê punição para os postos que descumprirem a lei.

Risco é contestado
O programa “Caçadores de Mitos”, do Canal Discovery Channel, analisou o assunto e chegou à conclusão de que não é possível um celular explodir um posto de gasolina, apesar de nem todas as variáveis possíveis terem sido analisadas. Um posto de gasolina têm muitos vapores de combustível, que ficam todos acumulados perto do teto. O caminhão-tanque é alto e o frentista estava com seu celular perto do teto do posto, situação que não foi coberta exatamente dessa maneira pelo programa de TV.
Segundo um estudo da Comissão Federal de Comunicações (FCC) americana, não há evidência de que um celular em funcionamento normal possa provocar explosão. Histórias que circularam na internet - em geral referindo-se a uma explosão na Indonésia e outra na Austrália - revelaram-se falsas. E as tentativas de iniciar um incêndio com um celular no laboratório falharam.

Comentário do Aurelio:
Não sei se a vereadora estudou o assunto a fundo ou se é mais uma daquelas leis para "mostrar serviços", mas melhor seria se a Câmara se empenhasse em fiscalizar outro problema maior que os celulares causam na cidade: Pessoas que ouvem música alto nos ônibus de São José. A lei proibindo tal coisa existe, mas ninguém verifica se o problema vem sendo combatido. Nesta lei, quem vai fiscalizar também? Vão tirar o celular da mão de um motorista, caso seja flagrado falando? Quem levará multa? O posto ou o condutor?
De nada adianta o legislativo ficar criando projetos à esmo se não detalha como a lei será fiscalizada.


Comentário do Celso:
Na qualidade de engenheiro eletricista eu posso afirmar que o projeto de Lei é simplesmente ridículo, carece de embasamento técnico e é completamente inútil.
Para não me alongar em detalhes técnicos basta citar somente um fato: as centelhas produzidas nas partidas dos veículos que tem carburador é muito mais potente do que qualquer uma que possa ser gerada pela eletricidade estática.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Vídeo da Microsoft tenta prever o futuro

A Microsoft mostrou qual é a visão da empresa para os próximos anos, e as expectativas são bem animadoras para fãs de tecnologia.

O video, produzido pela companhia americana, mostra uma mulher em uma viagem de negócios se comunicando com a sua filha, que faz o dever de casa, e um rapaz pegando o metrô em Hong Kong.

Entre as inovações tecnológicas que a Microsoft acredita que estarão disponíveis no futuro estão placas de publicidade interativas que reagem de acordo com o público que está observando; janelas inteligentes nos carros com data e hora, além de outras informações; papel interativo usado para estudos, por exemplo, que corrigem os exercícios em tempo real; smartphones com a mesma espessura de uma folha de papel e que possuem apenas telas que reconhecem movimentos, não apenas toques; geladeiras inteligentes que mostram não só o que tem dentro delas, mas também o que não tem; entre outras inovações.

O vídeo pode ser visto abaixo e tenta mostrar como a Microsoft acredita que será o dia a dia no futuro. E você, acha que um dia viveremos assim?

Fonte.

Comentário do Celso:
Para quem gosta de ficção científica vai perceber que alguns elementos mostrados já foram previstos no filme "Blade Runner, o Caçador de Andróides", de 1982.


Comentário do Aurelio:
Espero que tudo isso não demore, assim como espero que não chegue com preços estratosféricos no Brasil.

Cientistas debatem o que o Brasil poderia fazer se fosse assolado por epidemia mortal


Um vírus letal que se espalha rapidamente por todo o planeta, causando pânico e caos entre a população. O tema do filme Contágio, em cartaz nos cinemas brasileiros, foi debatido hoje (28) por especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio. A iniciativa do debate foi da Foundation for Vaccine Research, uma fundação dos Estados Unidos.
De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde do Rio, Marcio Garcia,o Brasil tem experiência e conhecimento em vigilância e investigação, que faz do país capaz de dar resposta razoável contra um vírus letal.
“Temos uma rede nacional de alerta e resposta que, inclusive, é conectada com a sala dos CDC Centers for Disease Control and Prevention [Centros de Controle de Enfermidades dos Estados Unidos], que aparece no filme, em uma rede internacional. Também temos um programa especializado em investigação de surtos, que é o Epsus, com mais de 100 pesquisadores formados,” disse ele.
A infectologista Patrícia Brasil, da Fiocruz, discorda da análise. Ela disse que um país que não consegue conter o avanço de doenças já conhecidas e que podem ser combatidas, como a tuberculose e a dengue, e sequer tem condições de responder a um vírus como o do filme.
“Na verdade, ninguém está preparado para um vírus como esse [do filme Contágio]. E nós temos nossos próprios pesadelos, como a tuberculose. Na epidemia de dengue de 2008, foram mais de 300 mil casos, mais de 40% de mortes de crianças. Temos a reintrodução da malária. São muitos os desafios de saúde pública ainda. Nosso sistema de saúde já é caótico, não só o público, com emergências lotadas. Imagine com uma epidemia de vírus letal?”, pergunta a pesquisadora.
O pesquisador Mauro Schechter, da UFRJ e membro da entidade que promoveu o debate, lamentou que se invista tão pouco em pesquisa de novas vacinas. Ele defendeu o financiamento de organismos multilaterais em estudos nessa área “Vacina não dá dinheiro. A não ser que seja para algumas patologias, como HPV, cuja vacina é muito cara. Mas criar uma vacina para tuberculose ou malária não é rentável, por exemplo. O Estado tem outros problemas para resolver, como garantir saúde, educação, segurança e transporte para a população. Por isso, há a necessidade de esforços internacionais conjuntos”.
De acordo com Schechter, especialista em HIV, para desenvolver uma vacina contra a Aids em dez anos seriam necessários investimentos adicionais de U$ 5 milhões a U$ 10 milhões por ano sobre o que já se investe hoje em pesquisa. “O que é feito hoje é insuficiente”, lamentou o pesquisador.
Agência Brasil.

Comentários do Aurelio:
O país tem que investir mais em ciência. É mais importante que muitos gastos inúteis por aí do governo.

Vereadores de São José dos Campos revogam aumento de subsídio acima da inflação



Foi revogado nesta quinta (28) o projeto de lei que aumentaria o subsídio dos vereadores de São José para R$ 12.907, 05, para a próxima legislatura, a partir de 2013.
Movimentos sindicais e estudantis pressionaram os parlamentares desde agosto, quando o aumento foi aprovado no dia 25 daquele mês. Ficou acertado que o índice de reajuste será de 22,2% e não de 55,13%, como proposto anteriormente. Cada parlamentar joseense receberá R$ 10.173 no próximo mandato. Atualmente, o valor é de R$ 8.320.
Apenas 19 dos 21 vereadores estavam no plenário até as 19 horas, não havendo quórum para que a emenda com o novo reajuste fosse aprovada.
Com a chegada de Robertinho da Padaria (PPS), cerca de uma hora após o início da sessão, o presidente Juvenil Silvério (PSDB) iniciou a votação da revogação e da emenda. Alexandre da Farmácia (PP) foi o único vereador ausente.
“O valor inicial era de R$12.907,00 onde houve o voto contrário de seis vereadores (4 do PT, 1 PSB e 1 PP). Agora foi revogado esse valor diante da grande repercussão negativa junto a população e aprovado o reajuste para o valor de R$ 10.173,00 o qual novamente votei contra”, afirmou o parlamentar Wagner Balieiro.
O vereador ainda declarou que somente a bancada de seu partido foi contra os aumentos desde o primeiro projeto de reajuste. Recentemente, a bancada do DEM também se manifestou contra o aumento de 55,13%.

Comentário do Celso:
Mesmo os R$ 10.173,00 mensais são muito para quem pouco faz pelo município. Espero que os joseenses lembrem-se dessa tentativa absurda de reajuste nas eleições que se aproximam.

William Shatner e John Wetton: Bohemian Rhapsody

Consumidor pagará menos por ligação de telefone fixo para celular


A partir de fevereiro de 2012, os consumidores brasileiros pagarão menos ao fazer ligações telefônicas de aparelho fixo para celular. A decisão foi aprovada ontem (27) pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A ideia é que até 2014 os usuários economizem em torno de 45% devido à redução das tarifas.
Na prática, segundo a Anatel, a queda será de aproximadamente 10% no valor de cada ligação. Mas, aos poucos, os usuários vão pagar cada vez menos, de acordo com a agência. O objetivo é que o próximo reajuste chegue a 12%. No total, a Anatel pretende promover a redução em três etapas. A última deve ficar em 7%.
Atualmente os consumidores pagam, em média, R$ 0,54 por ligação de telefone fixo para móvel. A ideia é que em 2012 eles passem a pagar R$ 0,48. Depois, em 2013, paguem R$ 0,44 e, em 2014, R$ 0,425.
A agência informou que a decisão sobre as novas tarifas será publicada em, no máximo, 80 dias. A partir da publicação, as empresas de telefonia terão 20 dias para a execução da medida. Caso a decisão não seja cumprida, a Anatel tomará providências em relação a essas empresas.
Agência Brasil

Comentário do Aurelio:
De fato o preço da ligação será menor, mas ainda caro e abusivo. Deveria custar menos ainda, considerando a péssima qualidade das operadoras de celular e telefonia fixa no Brasil, que se juntam em grandes conglomerados (como a Vivo e a Telefônica) . As mesmas investem muito pouco em infra-estrutura, o que gera ligações que caem constantemente, locais onde os telefones celulares ficam sem sinal e a qualidade do áudio péssima.

Comentário do Celso:
Mais uma medida inócua do elefante branco chamado Anatel, uma vez que os reajustes de tarifa, que ela mesma diz controlar, farão com que os usuários não percebam qualquer diferença.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

São Guineford, o Santo Cão




No século XIII, perto da cidade de Lyon, um homem sai de casa, deixando em casa o seu filho, ainda bebê, aos cuidados de um cão, chamado Guinefort. Então, uma enorme cobra entra dentro da casa. Guinefort, em uma atitude corajosa, a ataca e mata, ficando então extremamente sujo do sangue da cobra. O homem, ao retornar para sua casa, avista o cão ensanguentado e, pensando que o mesmo devorou a criança, o mata. O homem então percebe o erro que havia cometido: avista o cadáver da cobra e a criança sã e salva. Arrepende-se então e joga cão em um poço, cobre-o com pedras e planta árvores em volta, fazendo uma espécie de "santuário". A história é espalhada pela a comunidade em que vivia. As pessoas então passam a venerar o túmulo do cão, ao qual foram atribuidos muitos milagres. A Igreja Católica prontamente classifica tal adoração como heresia e a proíbe. Mesmo assim, cresce então o culto ao "São" Guinefort, que permanece até meados do século XX, apesar da proibição da Igreja Católica.
Fonte
Veja também o artigo em inglês da Wikipédia sobre este cãozinho, que merece mais respeito que muito personagem macabro e picareta idolatrado pela igreja católica.

Obama troll


Imagem pertinente - 194

Regras de banda larga podem sair hoje

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pode aprovar na manhã de hoje uma regulação que define novos padrões de qualidade para o serviço de internet banda larga no Brasil.

“A agência definiu prazo até o final deste mês para levar as novas normas à votação e, como o Conselho Diretor da Anatel se reúne todas as quintas-feiras, a expectativa é que a Anatel tome uma decisão hoje”, diz Veridiana Alimonti, advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

Na expectativa pela decisão, as entidades civis de defesa do consumidor continuam em campanha para que as novas regras contenham mecanismos que protejam o consumidor. O Idec organizou até um ‘tuitaço’ na internet Opor meio da rede social Twitter) que conta agora com o apoio e mobilização da “Campanha Banda Larga é um direito seu!”, que reúne mais de 90 entidades na defesa de uma internet barata, de qualidade e para todos.

O temor das entidades de defesa do consumidor é que a Anatel seja pressionada pelas operadoras e acabe não aprovando algumas propostas que estavam no texto inicial da norma e protegeriam os consumidores.

“Por conta da pressão das empresas prestadoras do serviço de banda larga, muitos interesses dos consumidores podem não ser levados em consideração”, diz Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste).

Algumas reivindicações englobam a previsão de regras de qualidade de atendimento ao consumidor, com prazos máximos para resolução de reclamações no SAC, metas de rede ligadas à disponibilidade do serviço e transmissão de pacotes nos moldes da proposta que foi à consulta pública e capacidade máxima de 80% de ocupação da rede, no limite de 80%. “Se a empresa mantiver 90% de ocupação da rede de infraestrutura da banda larga, teria que investir mais para que a rede não fique sobrecarregada”, diz Veridiana.

Outras garantias que estavam na proposta inicial foram definição da variação máxima da velocidade de acesso (com abatimento na conta proporcional à velocidade não entregue) e a obrigatoriedade das empresas oferecerem (em seus sites) um software para o consumidor medir a qualidade e velocidade da sua conexão.

“A proposta inicial previa que no primeiro ano do regulamento a velocidade média teria de ser de 60% do que o consumidor contratou. No segundo ano, subiria para 70% e, a partir do terceiro ano, a conexão teria que ter 80% da velocidade prometida pela empresa”, diz Veridiana. Ela ressalta que são frequentes as variações entre as velocidades reais de conexão à internet e a velocidade estipulada em contrato.

“É claro que as operadoras não querem mudanças. Hoje só garantem 10% da velocidade contratada e algumas nem isso, já que não há regulação que garanta isso”, diz Maria Inês.


Temos umas das piores bandas largas do mundo e uma das mais caras. É um absurdo o usuário contratar uma velocidade, pagar por ela, e as empresas assegurarem 10% da mesma.

Via Rápida Emprego: prazo para matrícula termina nesta quinta-feira (27)


Os candidatos chamados no início de outubro, que ainda não confirmaram participação nos cursos do Via Rápida Emprego, têm até esta quinta (27) para efetivarem a matrícula. A convocação tem como objetivo a formação de 15 novas turmas, que serão iniciadas no próximo dia 31, em São Vicente, Atibaia, Bragança Paulista, Capivari, Pedreira, Rafard, Torrinha, Várzea Paulista, Mauá, Ribeirão Pires e São José dos Campos.
O comunicado foi enviado por telegrama para 450 inscritos. Para a realização da inscrição, aqueles que receberam o aviso devem comparecer ao local indicado na carta, munidos de RG e CPF.
Os cursos previstos nesta etapa são: Assistente Administrativo em Transporte, Técnicas de Vendas, Serviços de Almoxarifado e Repositor de Mercadorias, Básico em Rotinas de Escritório, Recepção e Atendimento, Serviços de Zeladoria, Segurança em Condomínios e Formação em Telemarketing.
Além do material didático, os participantes receberão subsídio de transporte no valor de R$ 120. Desempregados, sem seguro desemprego ou benefício previdenciário, também terão direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210 durante o período do curso.
Lançado em 14 de julho, pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - SDECT, o Via Rápida Emprego tem o objetivo de oferecer capacitação profissional gratuita, por meio de cursos de curta duração. São mais de 130 modalidades de estudo e 30 mil vagas, distribuídas em mais de 400 municípios.
Em São José, os cursos disponíveis são: Formação em Telemarketing, Básico em Rotinas de escritório e Técnicas de vendas. As aulas começam no dia 31 deste mês.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Por unanimidade, STF considera exame da OAB constitucional


O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou nesta quarta-feira (26) constitucional a realização do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), prova obrigatória aos bacharéis em Direito que queiram exercer a advocacia. O relator do recurso para acabar com a prova, ministro Marco Aurélio Mello, defendeu o papel da OAB ao destacar que o exame assume o papel de "proteger a sociedade dos riscos relativos à má operação do Direito". A constitucionalidade da prova foi aprovada por unanimidade no plenário da Corte em sessão encerrada às 20h10.
Ao defender a realização da prova da OAB, Mello destacou a importância da profissão. "O advogado assume papel relevantíssimo na aplicação e defesa da ordem jurídica, a ele cabe a missão de deflagrar o controle da legalidade. Todo advogado é um potencial defensor do Direito. E essa nobre missão não pode ser olvidada."
O relator do caso também questionou os argumentos que foram trazidos ao Supremo, como a baixa qualidade dos cursos de direito e a alta taxa de reprovação de alunos no exame. "A permissividade com que se consegue abrir cursos de direito de baixo custo, restrito ao cuspe e giz, merece severas críticas. Vende-se um sonho, entrega-se um pesadelo. Após cinco anos de faculdade, o bacharel se vê incapaz de ser aprovado em exame de conhecimentos mínimos, e a alegria do momento transmuta-se em drama pessoal. A reflexão sobre essa realidade não cabe só ao Supremo, mas à sociedade brasileira", disse o ministro.
O ministro Luiz Fux foi o segundo a votar e seguiu a posição do relator a favor do exame. José Antônio Dias Toffoli também se manifestou favorável à prova. Já a ministra Cármen Lucia, ao defender o papel da OAB, destacou a atuação das faculdades, mas lembrou que elas formam bacharéis, e não advogados. O ministro Ricardo Lewandowski exaltou o pronunciamento do relator do caso e seguiu com o mesmo voto. Em seguida, fizeram seus pronunciamentos os ministros Carlos Ayres Britto, Gilmar Mendes e Celso de Mello, que também foram favoráveis à prova.
O julgamento, encerrado por volta das 20h10, atraiu centenas de advogados ao STF, que fizeram fila para entrar no plenário. O julgamento começou com o relatório do relator, seguido pela defesa oral do advogado de João Volante. Falaram pela manutenção do exame a Advocacia-Geral da União (AGU), a Associação dos Advogados de São Paulo e a própria OAB.
STF julgou recurso de bacharel
O recurso analisado é do bacharel João Volante, 56 anos, do Movimento Nacional dos Bacharéis em Direito (MNBD). No processo ele afirmou que a submissão ao exame atenta contra os princípios da dignidade da pessoa humana, da igualdade, do livre exercício das profissões, bem como contra o direito à vida. Conforme o recurso, impedir que os bacharéis exerçam a profissão de advogado após a conclusão do curso universitário também representaria ofensa aos princípios da presunção de inocência, do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa.
O julgamento ocorreu quatro dias antes da realização da prova objetiva do quinto Exame de Ordem Unificado, marcado para o domingo em todo o País. A segunda fase, que é a prova prático-profissional, está agendada para o dia 4 de dezembro. Confiante na manutenção do exame, a OAB já havia montado o calendário de todas as provas até 2013.
O Exame de Ordem foi criado em 1994, com a aprovação da Lei do Estatuto da Advocacia e da OAB, cujos dispositivos eram questionados no STF. Desde então, milhares de candidatos vêm sendo reprovados a exemplo do que ocorreu na edição mais recente, em que apenas 15% foram aprovados. De 1997 para cá, o número de cursos de direito passou da 200 para 1,1 mil, que formam cerca de 90 mil bacharéis anualmente.
Com informações da Agência Brasil.

Eduardo Suplicy no programa "Agora é Tarde"

Corinthians anuncia que vai retirar estrelas do distintivo

Caso o Corinthians seja campeão do Campeonato Brasileiro-2011, a torcida corintiana não vai ver a nova conquista estampada na camisa, como aconteceu após os títulos de 1990, 1998, 1999 e 2005, e do Mundial de Clubes, em 2000. O clube anunciou nesta quarta-feira que vai retirar neste ano as estrelas que ficam na parte de cima do seu distintivo.


De acordo com a nota publicada, o clube argumenta que outras conquistas importantes não estão representadas na camisa, como o Campeonato Paulista-1977, que encerrou um jejum de 23 anos sem grandes conquistas, o Paulista-1954, ano em que São Paulo comemorou o quarto centenário de fundação, e o bicampeonato estadual em 1982-1983, na época da chamada "Democracia corintiana".

"Cada corintiano tem a sua conquista preferida. Algum título em especial é mais marcante na vida de cada fiel. Todos têm a sua 'vitória de estimação'", diz a nota.

A alteração, contudo, não tem data para ser colocada em prática. Vai acontecer ainda neste ano, assim que houver reposição do material esportivo enviado pela Nike. A empresa já foi orientada a produzir os novos uniformes sem as estrelas.

Em 2008, pouco antes da disputa da Série B, o clube cogitou duas mudanças. A primeira era incluir a palavra "Fiel" na parte de baixo do escudo e a segunda era substituir as estrelas por uma coroa. Mas nenhuma foi colocada em prática.

No ano passado, em razão do centenário, o clube lançou uma camisa especial, com um distintivo homenageando suas, com as letras 'C' e 'P' entrelaçadas. As estrelas foram retiradas da parte de cima do escudo e colocadas nas costas da camisa.


O distintivo atual do Corinthians foi desenhado pelo ex-jogador e artista plástico Francisco Rebolo nos anos 1930. Rebolo incluiu a âncora e os remos em referência aos esportes náuticos, adotados pelo time alvinegro após a mudança de sede para o Parque São Jorge, no final dos anos 1920.

A partir da década de 1990 o Corinthians passou a representar suas principais conquistas com estrelas. A primeira foi pelo Brasileiro-1990. Em seguida, foram adicionadas estrelas pelos Nacionais de 1998 e 1999. Com a conquista do Mundial-2000, foi incluída uma estrela maior, acima das outras e com um contorno prateado. A última estrela adicionada foi em 2005, pelo tetra do Brasileiro.

Além dos quatro Brasileiros e do Mundial, o Corinthians soma ainda três Copas do Brasil, cinco Torneios Rio-São Paulo e 26 Campeonatos Paulista, entre seus principais títulos.


"Caso" o timeco ganhe o campeonato brasileiro de 2011 vai ser mais um título fajuto, obtido com a ajuda da arbitragem.

Acabou o sossego dos estudantes:Enem 2011 pode ser anulado


O Procurador da República, Oscar Costa Filho, afirma ter fortes indícios de  que as questões do Enem 2011 vazaram. Por isso, O Ministério Público Federal no Ceará pedirá o cancelamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
Segundo Oscar, Alunos do colégio Christus, de Fortaleza tiveram acesso a questões idênticas as da prova, pouco antes do exame ser realizado. Os estudantes comentaram as previsões do Christus em sites de relacionamento como twitter e facebook.
O procurador afirmou que notificará o MEC (Ministério da Educação) e o Inep (instituto do governo federal responsável pelo Enem). Ele tentará suspender o exame na Justiça, caso o pedido não seja aceito.
O MEC declarou, via assessoria de imprensa, que acionou na manhã desta quarta-feira (26) a Polícia Federal para investigar o caso.
A prova do Enem é usada para a classificação dos candidatos no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que oferecerá ao menos 87 mil vagas nas universidades federais para o próximo ano

Britânico cria prótese de braço com encaixe para smartphone

Pessoas com algum tipo de deficiência ou restrições de locomoção sempre precisam encontrar formas de tornar seu dia a dia mais prático e acessível. Pensando nisso, um britânico decidiu que precisava de um dock para smartphones em sua prótese. Trevor Prideaux, 50 anos, nasceu sem seu antebraço esquerdo e costumava enfrentar problemas para manusear seu aparelho celular apenas com uma mão ou equilibrando-o com o membro artificial.
Com a ajuda de médicos especializados em próteses e chefes de comunicação da Nokia, Priedeaux agora pode fazer ligações e mandar mensagens tranquilamente. "Acredito que isso pode ajudar muitas pessoas com próteses nos braços, especialmente aqueles que não nasceram com a deficiência¿, afirmou Priedeaux aoTelegraph.
De acordo com o Neowin.net, o dock foi desenvolvido pelo The Exeter Mobility Centre especialmente para o aparelho Nokia C7 do britânico, que entra e sai facilmente do espaço na prótese. Os pesquisadores desenvolveram um molde de fibra laminada a partir do telefone e o construíram dentro da prótese, de fibra de vidro, para que o aparelho se encaixasse perfeitamente e não corresse o risco de cair.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

A internet em 1995

Jovens que bebem mais refrigerante são agressivos, indica estudo



Refrigerantes podem não provocar um estilo de vida positivo, como apregoa a propaganda de uma famosa marca de bebidas. Um estudo publicado pela revista Injury Prevention indica que o consumo de refrigerantes entre os adolescentes está ligado a um comportamento mais agresssivo.

Segundo a pesquisa, jovens que bebem mais de cinco latas de refrigerante não-dietéticos por dia estão mais propensos a ter atitudes violentas, como agressões e porte de armas.

O estudo baseou-se em entrevistas com 1.878 adolescentes de 14 a 18 anos de 22 escolas públicas da cidade americana de Boston. Os jovens foram classificados em duas categorias: "baixo consumo", até quatro latas por semana; e "alto consumo", mais de cinco latas por semana.

Inep publica caderno de questões do Enem 2011

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) divulgou na tarde desta segunda (24) as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011, realizado no último final de semana (22 e 23 de outubro). Os cadernos podem ser baixados no site do Enem.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Lojas Americanas fazem venda casada de Toddynho

Fui hoje nas Lojas Americanas no centro de São José dos Campos e vi o seguinte aviso na geladeira:
"Senhores clientes: Não é permitido abrir as embalagens de Todynho e Nescau! Venda somente com 3 unidades. Grato, a gerência".
Reparem nos ponto de exclamação, coagindo os clientes de maneira acintosa e contrariando o Código de Defesa do Consumidor.



Chamei o gerente, alertei que estava sendo realizada vendo casada (que é crime) e que queria levar apenas uma unidade. Lembrei-o do código de defesa do consumidor e levei apenas um item, pois não era obrigado a levar três, se eu queria apenas um. A loja foi obrigada a me vender. Quando virem isto, fotografem e reclamem. Caso não sejam atendidos, levem o caso para o Procon, pois os estabelecimentos realizam apenas esta prática porque poucas pessoas reclamam.

A lei diz o seguinte:



Código de Defesa do Consumidor
Lei 8078/90, artigo 39, É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços:
I – condicionar o fornecimento de produto ou de serviço ao fornecimento de outro produto ou serviço, bem como, sem justa causa, a limites quantitativos

A Lei 8.137/90, artigo 5º, II,III, tipificou essa prática como crime, determinando penas aos infratores de detenção de 2 a 5 anos
ou multa.

A Lei 8.884/94, artigo 21º, XXIII define a venda casada como infração à ordem econômica. A prática de venda casada configura-se, sempre que alguém condicionar, subordinar ou sujeitar
a venda de um bem ou utilização de um serviço à aquisição de outro bem, ou ao uso de determinado serviço.

Resolução do Banco Central nº 2878/01 (alterada pela nº 2892/01). Artº 17 – É vedada a contratação de quaisquer operações condicionadas ou vinculadas à realização de outras operações ou à aquisição de outros bens e serviços.


Imagem pertinente - 193

Bancos se preparam para o uso da biometria


Clientes bancários no Brasil estão se adaptando a uma nova tecnologia – o uso da biometria em caixas eletrônicos. A tecnologia identifica o cliente pela leitura das digitais, da palma da mão ou de outras características únicas e pode substituir o uso de senha.
A biometria nos caixas eletrônicos no país começou a ser usada em 2006 pelo Bradesco. O banco escolheu a tecnologia Palm Secure, que captura a imagem do padrão vascular da palma da mão e funciona como uma senha. Atualmente, em todas as agências do banco é possível encontrar pelo menos um equipamento de autoatendimento com a tecnologia. Segundo o Bradesco, desde que a biometria foi adotada, cerca de 6 milhões de clientes optaram por usar sistema de leitura biométrica para realizar suas transações, instalado em 21.752 máquinas de autoatendimento.
No Banco do Brasil (BB), a expectativa é que a partir do próximo ano comecem a ser instalados os módulos nos caixas eletrônicos para que seja possível fazer o uso da biometria.
Segundo o gerente executivo da Unidade Gestão de Canais do BB, Pedro Acácio Bergamasco, a expectativa é que em 2013 todos os equipamentos estejam adaptados e os clientes não precisem mais usar senha nos caixas eletrônicos. Atualmente, o banco tem 40 mil caixas eletrônicos. “A tecnologia reduz a possibilidade de fraudes, como clonagem de cartão”, disse Bergamasco. Quando os caixas estiverem adaptados, os clientes poderão fazer o cadastro biométrico nas próprias máquinas de autoatendimento.
A Caixa também tem projeto de uso das informações biométricas em caixas eletrônicos. No dia 18 de agosto, o banco anunciou que irá receber do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os dados do cadastro biométrico de eleitores. A ideia é usar as informações para garantir a segurança e evitar fraudes no pagamento de benefícios previdenciários e do Programa Bolsa Família e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Na época, o vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Joaquim Lima de Oliveira, afirmou que no futuro será possível sacar benefícios sem usar senha e cartão, apenas por meio da digital do cidadão. De acordo com ele, atualmente muitos beneficiários perdem a senha ou recorrem a outras pessoas para sacar o benefício no banco.
Agência Brasil

Comentário do Aurelio:
Tomara que coloquem um sistema para o titular poder cadastrar a biometria de  outras pessoas. Por exemplo, muitas vezes o correntista está doente e o filho tem que sacar para ele. Outro sistema biométrico bom é o reconhecimento de globo ocular, já que existem pessoas sem impressões digitais.

Comentário do Celso:
Louvável a iniciativa de algumas instituições bancárias mas, como toda medida de segurança, ele deve ter redundância, ou seja, uma outra alternativa em caso de impossibilidade de identificação por meio de uma principal. A seguir alguns exemplos que comprometem alguns sitemas de identificação:
a) identificação por voz: a pessoa pode estar rouca e não funcionar, o barulho ambiente afeta este sistema;
b) reconhecimento do globo ocular: glaucoma, diabetes, conjuntivite, óculos e lentes de contato;
c) impressões digitais: idade (ficam cada vez mais tênues), ferimentos, oleosidade da pele, ressecamento e ferimentos.